Destaque Mercado

SUVs dominam metade do Brasil, mesmo brasileiro reclamando

Categoria preferida por quase metade da população, os SUVs tem fatia de mercado bem maior que a dos hatches
SUVs
Jeep Renegade sem nome [Auto+ / João Brigato
Compartilhar

Ainda que a cada lançamento de novos SUVs os brasileiros reclamem, são eles que dominam o nosso país. Hoje, 45,77% da frota de carros adquiridos em 2023 (de janeiro até agosto) é constituída por SUVs de todos os tamanhos. Já os hatches, ex-donos do pedaço, representam 34,42% do mercado e sua participação está em queda.

Segundo dados fornecidos pela Fenabrave, foram vendidos até agora 486.774 SUVs no Brasil no acumulado do ano. No mesmo período que compreende a soma dos meses de janeiro a agosto, os hatches marcaram 379.725 unidades. Lembrando que estamos em um mercado que já tem acumulados 1.063.625 carros vendidos no ano.

A participação dos SUVs cresce ano após ano. No mesmo período de 2022, eles representavam 44,45% do mercado, enquanto em 2021 eles detinham 41.39% do mercado, quando eles superaram os hatches. Antes disso, em 2020, os SUVs detinham 31,78% do mercado contra 43,05% dos hatches.

Volkswagen T-Cross Highline [Auto+ / João Brigato]
Volkswagen T-Cross Highline [Auto+ / João Brigato]

Há dez anos, o cenário era outro

O interessante é ver o quanto a categoria evoluiu ao longo dos anos. Em 2013, os SUVs representavam apenas 9,10% do mercado contra 56,29% dos hatches. Até mesmo os sedãs compactos vendiam mais que os utilitários, abocanhando 16,37% do mercado. Sedãs, como um todo, representavam 24,34% do Brasil de dez anos atrás.

Há uma década tínhamos 178.292 SUVs vendidos no ano até o acumulado de agosto, sendo uma média mensal de 25 mil carros. Hoje temos um cenário comum a venda de 70 mil SUVs por mês, sendo 486.774 acumulados ao longo do ano. O líder era o Ford EcoSport com 45.634 unidades emplacadas até agosto, naquela época.

Ford EcoSport [divulgação
Ford EcoSport [divulgação]

Já o segundo colocado, era o Renault Duster com 28.451 unidades, seguido por Mitsubishi Pajero com 11.286 unidades e Hyundai Tucson com 10.235 unidades. Do quinto lugar em diante, nenhum SUV vendeu mais que dez mil unidades entre janeiro e agosto de 2013. Hoje em dia, temos 13 SUVs acima das 10 mil unidades no acumulado de janeiro a agosto.

O líder é o Volkswagen T-Cross com 46.038 unidades. Ironicamente, pouco mais que o que o EcoSport fazia há dez anos. Contudo, temos três SUVs colados em 40 mil unidades logo em seguida: Chevrolet Tracker, Hyundai Creta e Jeep Compass. Ou seja, o segmento cresceu tanto em volume de vendas, quanto na quantidade de concorrentes.

Hyundai Creta N Line [Auto+ / João Brigato]
Hyundai Creta N Line [Auto+ / João Brigato]

Você tem um SUV na garagem? Ou pretende comprar um no futuro? Conte nos comentários.

>>Jeep Renegade sem nome é o SUV custo-benefício | Avaliação

>>Volvo XC60 não é o rei dos híbridos plug-in à toa | Avaliação

>>Os carros mais baratos do Brasil com câmbio CVT

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa