Curiosidades Destaque

Cinco carros que têm nomes diabólicos

Diversas vezes, as marcas decidem colocar o nome do tinhoso em seus carros, geralmente para destacar algum modelo mais esportivo
carros nomes demoníacos
Kia Besta [divulgação]
Compartilhar

O nome dos carros é algo tão marcante quanto o design. Afinal, ele é a principal característica do modelo, e será lembrado para sempre pelo seu batismo. Por isso, as fabricantes fazem diversas reuniões antes de bater o martelo para o nome. Acontece que às vezes o tinhoso é invocado, e a fabricantes decidem batizar os veículos da mesma forma que o coisa ruim é conhecido.

Carros diabólicos: Lamborghini Diablo

Lamborghini Diablo [divulgação]
Lamborghini Diablo [divulgação]
Quando pensamos em carros que usam o nome do Diabo, o supercarro da Lamborghini é um dos primeiros a ser lembrado. Lançado nos anos 1990 para substituir o Countach (que tem um nome bem legal), o Diablo na verdade não usava bem o nome do sete patas. 

Na realidade, o modelo seguia a tradição da Lamborghini de batizar seus carros com nomes de touros históricos. E, coincidentemente, o animal escolhido se chamava Diablo. Ou seja, querendo ou não, no fim o carro acabou tendo um nome diabólico, e se tornou um dos ícones da marca.

Dodge Challenger Demon

Dodge Challenger SRT Demon 170 [divulgação]
Dodge Challenger SRT Demon 170 [divulgação]
A Dodge é uma marca que gosta de utilizar o nome do tinhoso. E, para marcar a despedida do motor V8 no Challenger, a marca optou mais uma vez em recorrer a isso. O Challenger Demon 170 é a versão definitiva do muscle car, sendo limitada a 3 mil carros e tendo 1.039 cv, quando abastecido com o etanol americano, que usa 15% de gasolina em sua composição.

Willys Capeta

Willys Capeta [reprodução/Facebook]
Willys Capeta [reprodução/Facebook]
Nos anos 1960, a Willys tinha no Brasil o Interlagos como seu esportivo. A marca decidiu lançar um modelo ainda mais apimentado, e apresentou o Capeta durante o Salão do Automóvel de 1964. Apesar de ter chamado a atenção, principalmente pelo motor 2.6 de 148 cv, o carro nunca chegou a ser produzido.

Kia Besta

carros nomes demoníacos
Kia Besta [divulgação]
De acordo com a Bíblia Sagrada, a Besta é uma representação do mal que é associada ao Anticristo. Acontece que a Kia, sem querer, acabou fazendo uma referência a ela quando lançou sua van comercial. A ideia da marca coreana era dizer que seu veículo era o melhor (best) da categoria A, que representa esses modelos. O resultado foi Besta, que além de ser sinônimo para quem é tolo no Brasil, ainda faz referência a esta citação da Bíblia.

Fiat Mefistofele

Fiat Mefistofele [divulgação]
Fiat Mefistofele [divulgação]
Há 100 anos, a Fiat lançou um de seus carros mais diabólicos, tanto no nome quanto no desempenho. Mefistófeles é um aliado de Lúcifer na tradição alemã, e foi o nome escolhido para o carro que utilizava um motor 21.7 de 320 cv, de origem náutica. Isso nos anos 1920. 

Teria um desses carros, mesmo com nomes diabólicos? Deixe nos comentários a sua opinião.

>> Compradores do Toyota Yaris ganham desconto de R$ 12 mil em impostos

>> Belíssimo sedã Peugeot 508 é registrado no Brasil

>> BYD Seal vende mais que Honda Civic no Brasil em setembro

Sobre o autor

Leo Alves

3 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa