Curiosidades Destaque

Volkswagen lança certidão de nascimento para carros clássicos

Para evitar possíveis falsificações, a Volkswagen agora tem um certificado de veículos clássicos que registra todos os dados dos carros
Certificado de carros clássicos da Volkswagen [divulgação]
Certificado de carros clássicos da Volkswagen [divulgação]
Compartilhar

A Volkswagen lançou uma importante ferramenta para combater a falsificação de carros clássicos no Brasil. Nesta semana, a fabricante anunciou a criação do certificado de veículos clássicos, que é uma espécie de certidão de nascimento dos modelos. Segundo a marca, o Brasil é o segundo país a receber este certificado, depois da Alemanha.

Assim como acontece com os carros, o certificado da Volkswagen tem um número serial único, que permite o seu rastreio e a autenticidade, evitando possíveis fraudes. Os primeiros veículos brasileiros a receberem o certificado são os que fazem parte do acervo de clássicos da marca.

Dessa forma, a VW Kombi 1960, pintada no estilo saia-e-blusa nos tons Vermelho Calipso e Branco Lótus, o VW TL 1972 Branco Lótus e o VW Gol 1300 L Vermelho Calipso 1980 serão os primeiros a receberem a certificação no Brasil.

VW Kombi [divulgação]
VW Kombi [divulgação]

Como funciona o certificado da Volkswagen

O certificado de veículos clássicos é emitido pela VW Collection. Ele pode ser solicitado por proprietários de carros feitos no Brasil e que tenham pelo menos 20 anos de fabricação. Os dados são extraídos da base de produção que a Volkswagen tem, e que remonta às origens da operação nacional, na década de 1950.

Até o final dos anos 1980, as informações dos carros produzidos eram armazenadas em fichas de papel, sendo manuscritas. Esses documentos eram preservados em microfilmes com milhares de fichas em cada um deles. No total, há registro de 6,5 milhões de veículos.

Volkswagen Gol [divulgação]
Volkswagen Gol [divulgação]

Agora, todos esses documentos foram digitalizados, o que permitiu a criação do certificado. Quando ele é solicitado pelo cliente, o departamento de Desenvolvimento do Produto e de Vendas busca pelas informações do carro, em um processo quase artesanal. Depois, o certificado é emitido e enviado para impressão, recebendo a assinatura dos setores responsáveis da Volkswagen.

Segundo a empresa, todo o valor arrecadado nas vendas do Certificado de Veículos Clássicos Volkswagen será investido na Garagem VW, para a preservação e restauro dos veículos do museu.

Linha dos GT’s foi ícone na década de 1990 (divulgação)

Quem quiser solicitar o certificado de seu veículo, basta acessar este link. Após preencher os dados necessários, basta aguardar 10 dias para que a fabricante responda se encontrou ou não os documentos do veículo. Feito isso, basta pagar o valor de R$ 500 mais o frete, para que o certificado seja enviado para qualquer lugar do mundo. Vale lembrar que o veículo precisa ter sido feito no Brasil até 2003.

O que achou da iniciativa da Volkswagen de desenvolver um certificado para carros clássicos? Deixe nos comentários a sua opinião.

>> Concessionária lança edição limitada do Peugeot 208

>> Hyundai Creta reestilizado é flagrado e chegará ao Brasil em 2024

>> Argentina tem problema e usa papel no lugar das placas de carros

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa