Destaque Novidades

Depois de CAOA Chery, marca muda de nome para entrar no México

Enquanto no Brasil a Chery ganhou a companhia da CAOA em seu nome, no México ela mudou para Chirey e também alterou o nome dos SUVs Tiggo
CAOA Chery
Chery Tiggo 8 Plus [divulgação]
Compartilhar

Uma negociação que não terminou bem no México fez com que a Chery precisasse entrar no mercado como Chirey. A mudança de nome é diferente da situação do Brasil, no qual a marca chinesa ganhou o adicional de CAOA em seu batismo por conta da compra de metade das operações pelo grupo brasileiro.

No México, a mudança de Chery para Chirey se deu por conta do milionário Malcolm Bricklin. Em 2007, ele abriu a Visionary Vehicles para a importação e distribuição dos modelos da Chery em solo mexicano. Contudo, a marca chinesa deu para trás depois de investimentos na casa dos US$ 25 milhões.

Um processo corre na justiça mexicana e o bilionário ainda tem direito sobre o nome Chery. Por conta disso, a marca decidiu mudar o nome para Chirey por lá. Isso veio junto de uma mudança de nome dos modelos que serão vendidos no México – todos importados da China, vale ressaltar.

[divulgação]
CAOA Chery Tiggo 3X [divulgação]
O modelo de entrada da marca será o Tiggo 3X, que será rebatizado como Tiggo 2 por lá. Ele será vendido com motor 1.5 aspirado que é usado no Tiggo 2 brasileiro e o mesmo 1.0 turbo do Tiggo 3X vendido por aqui. O próximo andar é composto pelo Tiggo 4, que nada mais é que o Tiggo 5X Pro que será lançado neste ano no Brasil.

CAOA Chery
Chery Tiggo 5X Pro [divulgação]
A diferença é que o SUV compacto contará somente com motor 1.5 aspirado de 114 cv no México. Por aqui, ele usará motor 1.5 turbo agora ligado com câmbio CVT como nos sedãs Arrizo 5 e Arrizo 6. Recém-lançado no Brasil, o novo Tiggo 7 será vendido pela Chery no México, mas com a dianteira diferente do nosso.

Chery
Chery Tiggo 7 [divulgação]
O motor também será outro: ao invés do 1.6 turbo com transmissão de dupla embreagem, o SUV médio da Chirey usará o conjunto do futuro Tiggo 5X Pro brasileiro: motor 1.5 turbo de 145 cv e câmbio CVT. Por fim, a marca chinesa fecha a gama com o Tiggo 8 com visual do modelo Plus que em breve estará no Brasil.

Chery EQ1 [divulgação]
Chery EQ1 [divulgação]
O conjunto mecânico é semelhante ao usado no nosso mercado: 1.6 turbo com 183 cv e transmissão automatizada de dupla embreagem com sete marchas. A surpresa, no entanto, fica por conta do microcarro elétrico eQ1. Ele será vendido no México em versão com 180 km de autonomia e é bastante cotado para o Brasil em 2022.

>>Fiat é a marca campeã de 2021, CAOA Chery expulsa Ford do top 10

>>Flagra: CAOA Chery Tiggo 5X Pro testa nova combinação de motor

>>CAOA Chery Tiggo 7 PRO faz esquecer totalmente o antigo | Impressões

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa