Destaque Mercado

Se a Lada for tomada pela Rússia, Renault perderá (muito) dinheiro

Ameaça de nacionalização da Lada por parte do presidente da Rússia, Vladmir Putin, tem despertado calafrios na Renault
Renault
Lada XRay Cross [divulgação]

A guerra da Rússia e Ucrânia tem afetado a indústria automotiva mais do que aparenta. Enquanto praticamente todas as marcas boicotaram vendas de carros para o mercado russo e algumas até paralisaram fábricas, a Renault é a que mais teme o futuro dos conflitos e do plano de nacionalização de Vladmir Putin.

Segundo informações do Automotive News Europe, a Renault teme pela possível tomada da Lada por parte do governo russo. Hoje, a marca francesa detém 67,61% do grupo AvtoVAZ, que basicamente conta somente com a Lada. Putin quer o controle total da companhia para voltar ao status de estatal.

O problema é que 12% do lucro da Renault no ano passado veio da Lada e de sua divisão russa. Foram 350 mil carros produzidos na Rússia em 2021, o que deu à marca francesa um lucro de aproximadamente US$ 205 milhões, praticamente R$ 1 bilhão. A Renault Rússia junto da Lada é maior que a operação brasileira de toda Aliança Renault-Nissan.

Lada Vesta [divulgação]
Lada Vesta [divulgação]
Putin quer que a Renault volte fabricar os carros localmente e coloque os 40 mil colaboradores da Lada e da marca francesa de volta a seus postos de trabalho. A Aliança, por outro lado, não tem suprimento suficiente para voltar a fabricação local, visto que as peças para modelos como os Lada XRay, Vesta e os Renault Kaptur (com K, diferente do brasileiro) e Arkana são importadas.

Os únicos modelos com alto índice de nacionalização são produtos remanescentes da era pré-Renault como o sedã Granta e o jurássico SUV Niva (tanto na versão original Lada, quanto do ex-Chevrolet). As próximas semanas serão decisivas para a operação russa da marca francesa e para o destino da Lada.

Lada Granta [divulgação]
Lada Granta [divulgação]

>>Flagra: Kwid elétrico já circula em testes no Brasil

>>Kwid Intense é o carro do mão-de-vaca consciente  | Avaliação

>>Renault prepara SUV rival para Fiat Pulse e VW Nivus que não é Sandero

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar