Destaque Novidades

Nissan March caminha para a aposentadoria na Europa

Geração atual do Nissan March, que nunca foi vendida no Brasil, perdeu versões e deve ser substituída por um modelo 100% elétrico
Nissan March europeu [divulgação]
Nissan March europeu [divulgação]

O Nissan March deixou de ser fabricado no Brasil em 2020, mas o modelo segue firme e forte em outros mercados. Ao menos essa era a realidade do hatch até aqui. Vendido na Europa como Micra, o modelo do velho continente está uma geração à frente do carro que era oferecido no mercado brasileiro, mas seus dias parecem estar contados.

Fabricada desde 2016, a geração atual do March ficou maior e mais refinada que o fabricado no Brasil até 2020. Mas com seis anos de mercado, o hatch já sente o peso da idade e da necessidade de um futuro mais ecológico. Por isso, ao que tudo indica, o March (ou Micra) tem tudo para ser aposentado em breve para dar lugar a um modelo totalmente elétrico.

Um dos sinais que apontam para esta possibilidade é o fato do modelo ter perdido praticamente todas as versões na Europa. Restou apenas uma, a Acenta Sprint, que é movida pelo motor 1.0 turbo de 92 cv e 16,3 kgfm. Este propulsor pode ser combinado ao câmbio manual de cinco marchas ou ao automático CVT.

Nissan March europeu [divulgação]
Nissan March europeu [divulgação]
De série, o Micra Acenta Sprint tem luzes diurnas em LED, ar-condicionado, assistente de frenagem, sensor de chuva, retrovisores elétricos e com aquecimento, e rodas de 15 ou 16 polegadas. O aro menor é para os carros com câmbio manual, enquanto que a roda maior equipa os veículos com câmbio automático.

Mesmo se tratando de um carro completamente diferente da geração anterior, o Nissan March/Micra atual não conseguiu o sucesso esperado. O hatch é um dos menos vendidos de sua categoria, perdendo para rivais como Volkswagen Polo, Ford Fiesta e Peugeot 208.

Futuro modelo elétrico da Nissan [divulgação]
Futuro modelo elétrico da Nissan [divulgação]
Com a geração atual caminhando para o fim, a Nissan já prepara o sucessor elétrico do modelo. Por enquanto não está certo se o novo modelo também será chamado de Micra ou se terá um novo nome. Certo é que o carro elétrico vai utilizar a plataforma CMF-BEV da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. O lançamento deve ser em 2024. 

>> Pulse que não é da Fiat: quando a Renault lançou um Nissan March feio

>> Nissan Kicks fica mais econômico, mas perde potência por causa do PL7

>> Nissan mostra Ariya no Brasil e anuncia investimentos

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar