Clássicos Curiosidades Destaque

Suzuki Swift Sport: o esquecido ‘foguete de bolso’ japonês

Vendido no Brasil entre 2014 e 2017, o Suzuki Swift quase nunca é lembrado pelos entusiastas, mas é um compacto extremamente divertido
Suzuki Swift Sport [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Suzuki Swift Sport [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Compartilhar

Um grande amigo meu é o feliz proprietário deste Suzuki Swift Sport na cor azul. Desde que ele comprou o carro eu escuto constantemente a frase: “é porque azul corre mais”. 

Obviamente a cor não traz mais cavalos de potência, mas a verdade é que traz uma personalidade única para esse carro que já tem diversão no nome.

Sou suspeito para falar porque meu primeiro carro foi azul marinho. No meu carro atual, procurei azul, mas não encontrei um em bom estado. Além disso, muitos modelos que sonho em ter na minha garagem, eu escolheria na cor azul.

Suzuki Swift Sport [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Suzuki Swift Sport [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
O fato é que vivemos um tempo de cores chatas e sem graça, um verdadeiro mar de carros pratas, cinzas e pretos nas ruas. E, para mim, a situação se agrava quando falamos de um carro esporte. Afinal, seja ele mais ou menos potente, um esportivo pede uma cor com personalidade.

Agora que já temos a cor certa para o pequeno esportivo fabricado na terra do Sol Nascente, podemos falar da sua desenvoltura. Um carro como esse Suzuki Swift Sport deve ser criado para despertar sensações e emoções em seu motorista e passageiros.

Suzuki Swift Sport [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Suzuki Swift Sport [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
E isso ele faz muito bem com seus 142 cv de potência e rotação máxima de 6.900 rpm, que levam seus pouco mais de 1.000 quilos de 0 a 100 em 8,7 segundos. Tudo isso com um motor pequeno debaixo do capô, de apenas 1.6 litro.

Na minha opinião, um carro esportivo não precisa ter uma potência absurda para ser divertido. Sua missão é ser divertido, assim como o Swift. Com volante direto, suspensão firme, câmbio de 6 marchas com ótima relação e cores cativantes, esse modelo faz seus proprietários muito felizes, assim como meu amigo.

>> Audi S3: o foguete de bolso definitivo dos anos 1990

>> Mercedes-Benz SLS AMG: o asa de gaivota que já é um clássico

>> Ford Escort elétrico vem aí? Marca registra nomes clássicos

Sobre o autor

Maurício Garcia

5 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa