Curiosidades Destaque

Audi S3: o foguete de bolso definitivo dos anos 1990

Um Audi S3 na cor Imola Gelb expressa perfeitamente o conceito de Foguete de Bolso que viveu seu auge nos anos 1990
Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]

Passava das quatro da tarde de um domingo ensolarado quando o Amarelo Imola estacionou sobre o piso cinza. Os contêineres Nardo Gray que circundam o lugar secreto contrastavam com a cor mais amarela que a mostarda do McDonald’s deste exemplar de primeira geração do Audi S3.

O destino nos entregou essa combinação perfeita de contraste de forma perfeita para registrar o pequeno notável feito pela marca das quatro argolas. Sua cor berrante, como deve ser um carro esportivo, só adiciona um tempero a mais na personalidade forte desse foguete de bolso.

Afinal, dentre as 331 unidades que desembarcaram em terras tupiniquins, tivemos a sorte grande de achar um Imola Gelb. Modelo que foi cuidado como o foguetinho merece.

Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]

S é mais de A

Sim, o Audi S3 de primeira geração (ou se preferir, da carroceria 8L) é um verdadeiro Pocket Rocket, foguete de bolso ou hot hatch. Carinhosos apelidos dados a carros pequenos que recebem um tempero especial dos engenheiros com muita alma automotiva. O Audi S3 é só um grande exemplo dessa cultura iniciada pelo VW Golf GTI em 1975.

Não satisfeitos com a diversão entregue pelos motores de 150 cv e 180 cv das versões turbo, time da Audi resolveu criar o santo graal dos A3. Aquele que recebeu o S no lugar do A para mostrar que seu projeto pertence a outro patamar em termos de detalhes e performance.

Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Apesar de a unidade que tive o prazer de conhecer ser 2003, o S3 carrega aquele gostinho dos anos 90. São características que nós, entusiastas, gostamos cada dia mais. Tem, por exemplo, turbo lag da época de ouro: aquele frio na barriga esperando a faixa entre os 2000 e 3000 rpm. Você sabe que vai grudar no banco quando a patada vier.

Debaixo do capô uma complexa obra-prima da engenharia alemã faz brilhar os olhos de entusiastas. Aqui, a letra S é motivo de euforia. Seu motor 1.8 4 cilindros turbo tem 20 válvulas e gera 225 cv. O turbo desempenha muitíssimo bem seu papel, fazendo o amarelo atingir 28,5 kgfm de torque.

Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
A velocidade máxima passa dos 240 km/h – e chega rápido até lá. Uma estupenda marcação para 1.420 kg de peso distribuídos em sua compacta volumetria de 4,15 m de comprimento, 1,76 m de largura e 1,41 m de altura.

Três e quattro

Com todo esse desempenho, não poderiam faltar os três pedais: o preciso câmbio manual de 6 marchas faz a alegria de quem o pilota. Pensa que acabou? Se só a letra S já foi capaz de impor receio aos rivais, uma palavra de sete letras, que aparece em vários detalhes do carro, mostra que a maldade e diversão aqui não têm limites.

 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
[Maurício Garcia / Alma Automotiva]
A sigla quattro faz jus à reputação dessa construída pela Audi nas pistas de rally (Michèle Mouton que o diga) ao redor do mundo. Ela contempla a tração integral ao ilustre Audi S3 dessa matéria. Com isso, o pequeno foguete tem muito mais aderência ao solo, garantindo manobras que desafiam as leis da física.

Vale dizer que aquele que anda bem, deve frear na mesma qualidade. Para cumprir essa missão, os freios dos S3 são de 312 mm na dianteira e 256 mm na traseira, ambos ventilados. Tudo para garantir que o foguetinho vai parar quando precisar.

 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
[Maurício Garcia / Alma Automotiva]

Amarelo temperado

A cor, aliás, é exclusiva da linha S da Audi. Então, se enxergar no retrovisor quatro argolas em uma carroceria amarela, melhor sair da frente. Por fora não é só a cor que faz a exclusividade do S3: mínimos detalhes, como a grade frontal e ponteiras do escapamento duplas, foram feitos para ele com foco na sensação visual de esportividade.

A partir de 2002 os retrovisores ganharam capas de alumínio, virando marca registrada do esportivo. Mas a Audi não parou por aí: os para-lamas são mais largos que a versão civil do A3, enquanto os para-choques também têm detalhes especiais. Na traseira, por exemplo, o elemento horizontal em cinza replica a entrada de ar dianteira.

 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
[Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Sou capaz de dizer, inclusive, que esse elemento foi muito bem planejado, já contando que muitos veriam a traseira do S3 na maior parte do tempo… As belíssimas rodas 17” são têm desenho e proporção perfeitas para o pequeno Audi, não poderia deixar de notar.

Saiba onde está

Por dentro, o S3 tem um show de detalhes que o diferenciam das outras versões do A3 de primeira geração. Os bancos abraçam, como manda a cartilha dos esportivos. E que bancos…os aclamados Recaro trazem regulagem elétrica e são somente um dos inúmeros pontos de atenção deste projeto especial.

 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
[Maurício Garcia / Alma Automotiva]
E seja no painel de instrumentos ou na base do volante, as inscrições S3 estão lá para lembrar a todo tempo que você está a bordo de um foguete de bolso. Algo que o som do motor vai jamais te deixar esquecer. Mas se você é daqueles que prefere curtir o esportivo com trilha sonora, o pequeno vem equipado com algo a mais que os A3 comuns.

Ele usa um sistema de som caprichado Bose com um subwoofer no porta malas. Por falar nisso, o bagageiro do esportivo é menor do que o da versão civil: tudo para abrigar a bugiganga que faz a tração quattro funcionar.

Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]
No fim das contas, o design do Audi S3 2003 é de fato simplista, com poucas linhas que o tornam um robusto hatchback de sucesso. Ao mesmo tempo em que tornaram essa primeira geração a mais marcante e aclamada de todas no quesito visual.

Quem busca um carro esportivo definitivamente espera algo a mais. Só que em uma máquina como o S3, é fácil encontra muitos motivos para sorrir. Polêmico, portátil e exclusivo, esse alemão na cor Imola Gelb é emoção e genialidade na prática!

Audi S3 [Maurício Garcia / Alma Automotiva]

>>Q8 é um Audi de múltiplas personalidades e fora do padrão | Avaliação

>>Audi aumenta potência e torque de A3, A4 e A5 no Brasil

>>Audi volta a produzir carros no Brasil com Q3 e Q3 Sportback

Sobre o autor

Maurício Garcia

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva