Novidades Serviço

Veja como fazer seu carro valer mais na hora da venda

Cuidados com a manutenção do carro vão ajudar a valorizar ele – e evitar uma futura dor de cabeça
Dicas de valorização (divulgação)

Com a chegada do final do ano e as taxas de financiamento ficando cada vez mais acessíveis, os consumidores ficam mais propensos a querer trocar seu carro por um seminovo ou um carro zero quilômetro.

Pensando nisso, a Matel Produções, empresa que organiza o conhecido Feirão Auto Show, reuniu algumas dicas para que você consiga valorizar seu automóvel na hora da revenda, e assim conseguir um bom dinheiro com ele para investir em um novo modelo. Se liga nas dicas:

Cuidados com a pintura:

Invista em um bom polimento. Com o tempo o carro vai ficando sujo, perdendo o brilho e com a pintura riscada. A lavagem não é capaz de remover essa sujeira por isso vale fazer o polimento completo. Quem quer vender o carro vai gastar cerca de R$ 200 com isso o veículo vai chamar (muito mais) a atenção na hora da venda.

Cuidados com o interior:

Faça uma higienização interna. Os bancos e forrações internas vão se desgastando, acumulando sujeira e perdendo o brilho. Com o tempo se acumulam bactérias e fungos sem falar no resto de comida, bebidas entre outros que grudam nos bancos e podem até proliferar bactérias e organismos nocivos à saúde.

Chevrolet Onix (divulgação)

A higienização é uma limpeza profunda que pode ser úmida ou seca é feita por especialistas para restaurar o interior do carro. Também é possível fazer com um aspirador de pó e depois usando produtos de espuma para limpeza, parte por parte, usando um pano úmido. O plástico e couro podem ser hidratados e restaurar o aspecto original. Uma higienização vai custar cerca de R$ 150, mas fazer o trabalho em casa não vai consumir nem 1/3 desse valor.

Fique atento as trocas de óleo:

Faça uma troca de óleo e filtros preventiva. Trocar o óleo do carro e o filtro bem como os filtros de ar e combustível são cuidados importantes. Pode ser que o carro precise de uma limpeza de bicos de injeção, troca de pastilhas de freio ou da bateria e vale o investimento. Afinal o futuro dono vai ver um carro pronto para uso e as chances de vender aumentam.

Revisão (divulgação)

Fique de olho na funilaria:   

Tem um reparo de funilaria? Faça. Pintar um para-choque ou remover um amassado é mais barato do que parece. E assim o carro ficará brilhando como zero quilômetro. Ninguém quer um carro que esteja amassado, com para-choque trincado e com aspecto envelhecido.

Troller T4 2020 (divulgação)

Tenha sempre o laudo cautelar:

Faça um laudo cautelar. Esse documento é emitido em qualquer posto de inspeção veicular homologado pelo Detran. Leve o veículo e peça essa inspeção (custa de R$ 150 a R$ 200), e o vendedor terá o histórico completo do carro nas mãos comprovando a um interessado a procedência do veículo.

(reprodução)

Com estas dicas e um pouco de investimento, o carro pode se valorizar em até R$ 5 mil, já que os consumidores procuram veículos de boa procedência, em bom estado mecânico e com todos os itens em funcionamento.

Veja mais:

>> Dicas sobre balanceamento

>> Cesvi dá dicas sobre limite de velocidade

>> Dicas básicas para minimizar o desgaste de seu carro

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva