Destaque Novidades

1º SUV compacto da Volkswagen, T-Cross parte de R$ 84.990

Em pré-venda, SUV traz motores turbo e opção de câmbio manual ou automático
Volkswagen T-Cross (Auto+)

Apresentado no final do ano passado, o novo Volkswagen T-Cross agora entra em pré-venda. O primeiro SUV compacto da marca chega para acirrar ainda mais a concorrência no segmento que já tem Ford EcoSport, Honda HR-V, Hyundai Creta, Jeep Renegade, entre outros modelos.

A novidade chega às lojas em abril, mas para quem estava ansioso pelos preços do modelo, aí vai: os valores partem de R$ 84.990 (versão 200 TSI com câmbio manual de 6 velocidades) e chegam a até R$ 109.990 na Highline 250 TSI, nome da versão topo de linha do T-Cross.

Volkswagen T-Cross (Auto+)

Caso você tenha se interessado pelo SUV compacto, saiba que a partir de hoje a Volkswagen iniciou sua pré-venda através do site prevendatcross.vw.com.br, onde a marca vai disponibilizar nessa primeira leva apenas 800 unidades do modelo. Serão 400 unidades da versão Comfortline e 400 da Highline. Os interessados deverão preencher o cadastro do site e dar R$ 5 mil de sinal para reservar o carro.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

O T-Cross nacional é feito com base na plataforma MQB e traz medidas maiores do que a versão do mercado europeu. Vamos às medidas: 4,19 metros de comprimento, 1,56 m de altura (1,0 cm mais alto que o T-Cross europeu), além de 8,8 cm a mais na distância entre-eixos – resultando em 2,65 m, a mesma medida entre-eixos do Virtus. Ou seja, sinônimo de bom espaço interno.

Já o porta-malas terá capacidade variável entre 373 e 420 litros, isso devido ao sistema de bancos traseiros com regulagem do encosto, que pode ficar mais “deitado” ou praticamente na vertical.

Volkswagen T-Cross (Auto+)

Debaixo do capô, o T-Cross vai ter como opção dois motores turbo: 1.0 TSI ou 1.4 TSI, ambos flex. O primeiro rende até 128 cv e 20,4 kgfm de torque, enquanto que o segundo entrega 150 cv e 25,5 kgfm de torque. O SUV poderá vir equipado ainda com câmbio manual de 6 velocidades na versão de entrada – ou uma caixa automática de 6 velocidades.

Com peso de 1.292 kg, a versão Highline 250 TSI com motor 1.4 turboflex acelera de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos e atinge a máxima de 198 km/h. O consumo, segundo a Volks, fica em 11 km/l na cidade e 13,2 km/l em rodovia, quando abastecido com gasolina. Com etanol esse número cai para 7,7 e 9,3 km/l, na cidade e estrada, respectivamente.

Volkswagen T-Cross (divulgação)

No quesito equipamentos, o SUV virá bem recheado desde a versão de entrada, e ainda contará com itens exclusivos no segmento como o painel com tela configurável 100% digital, manual cognitivo e o Volkswagen Connect. Na lista de opcionais estão presentes o já citado painel digital (Active Info Display), seletor de perfil de condução, assistente de estacionamento e teto solar panorâmico.

Abaixo, confira os itens de série de cada versão e seus preços:

T-Cross 200 TSI (R$ 84.990): traz seis airbags, ar-condicionado, assistente de partida em rampa, banco do motorista com ajuste de altura, bancos de tecido, volante multifuncional com regulagem de altura e distância, direção elétrica, vidros elétricos, computador de bordo, controle de estabilidade e tração, bloqueio eletrônico do diferencial, retrovisores com ajuste elétrico e setas integradas, faróis de neblina com cornering light (acompanham curvas) e sistema ISOFIX. Tem ainda faróis com luzes diurnas em LED, lanternas em LED, rodas de liga leve de 16″ com pneus 205/60 de baixa resistência a rolagem, rack de teto, acendimento automático dos faróis, sensor de estacionamento, alarme anti-furto com comando remoto, sistema de som Media Plus com conexão Bluetooth e entrada USB e suporte para smartphone com entrada USB.

T-Cross 200 TSI Automático (R$ 94.490): os mesmos da versão manual, adicionando a transmissão automática de 6 marchas, controlador de velocidade e central multimídia Composition Touch com tela de 6,5 polegadas.

T-Cross Comfortline 200 TSI Automático (R$ 99.990): soma ar-condicionado digital, banco do motorista com ajuste da lombar, câmera de ré, rodas de liga leve de 17″ e pneus 205/55, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço, sistema de frenagem automática pós-colisão, sensor de estacionamento traseiro e dianteiro e volante multifuncional revestido em couro com aletas para trocas de marcha.

T-Cross Highline 250 TSI Automático (R$ 109.990): inclui iluminação ambiente em LED, sistema start-stop, bancos revestidos em couro, chave presencial para acesso e partida e detector de fadiga do motorista.

Veja mais:

>> Ford EcoSport Titanium perde estepe e agora parte de R$ 103.890

>> Andamos no Renegade 2019, mais equipado e com novo visual

>> Volkswagen apresenta Jetta com motor do Golf GTI

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar