Destaque Mercado

Dolphin vende o triplo do Ora 03, mas Haval e Song Plus empatam

Briga particular entre BYD e GWM tem como estrelas os elétricos Dolphin e Ora 03 de um lado e os híbridos Song Plus e Haval H6 no outro
BYD Dolphin vs GWM Ora 03 [divulgação]
BYD Dolphin vs GWM Ora 03 [divulgação]
Compartilhar

Assim como Honda e Toyota são arquirrivais, as chinesas BYD e GWM estão travando uma briga bastante particular no Brasil. Praticamente uma mirando nas ações da outra, as duas tem brigas bem marcadas com BYD Dolphin encarando o GWM Ora 03, enquanto o Song Plus pega o Haval H6. Mas os resultados da treta são surpreendentes.

Em janeiro, segundo dados da Jato, o Dolphin vendeu o dobro do Ora 03. Foram 1.820 unidades para o BYD contra 696 unidades do GWM. Na tabela, o Ora é contabilizado separadamente nas versões Skin e GT. O modelo mais esportivo teve 371 emplacamentos, enquanto o de entrada ficou com 325 unidades.

GWM Ora 03 [divulgação]
GWM Ora 03 [divulgação]
Vale lembrar que o GWM Ora 03 e o BYD Dolphin são vendidos em duas versões no Brasil. O modelo da GWM tem a Skin de R$ 150.000 e a GT de R$ 184.000. Já o BYD parte de R$ 149.800 e vai a R$ 179.800 na versão Plus. 

BYD Dolphin [Auto+/ João Brigato]

SUVs é outra história

Já entre os SUVs híbridos, a disputa é um pouco mais equilibrada. O BYD Song Plus teve 1.520 unidades vendidas em janeiro contra 1.619 unidades do GWM Haval H6. A vantagem do modelo da GWM é ser vendido em três versões com dois tipos de carroceria diferente, ao contrário do Song que tem apenas uma variante.

GWM Haval H6 HEV [Auto+ / João Brigato]
GWM Haval H6 HEV [Auto+ / João Brigato]
Em números, foram 524 unidades do H6 GT, a versão cupê, enquanto o modelo normal teve 1.095 unidades emplacadas. Não foram divulgadas as quantidades de unidades que a versão HEV representa ou que o PHEV emplacou, no caso da divisão por carrocerias. 

BYD Song Plus [Auto+ / João Brigato]
BYD Song Plus [Auto+ / João Brigato]
No caso dos SUVs, a faixa de preço é um pouco mais alta do que a dos elétricos. O Song Plus parte de R$ 229.800, sendo a única opção. Já o Haval sai por R$ 214.000 na versão HEV sem teto solar e sobe a R$ 224.000 com o opcional. No PHEV, o preço é de R$ 269.000 sem teto solar ou R$ 279.000 com teto. Já o GT custa R$ 315.000 e o teto solar é item de série.

Nessa briga você vai com BYD ou GWM? Conte nos comentários.


>>BYD Song Plus e a saga dos 1.000 km com um tanque | Avaliação

>>Europa declara guerra à BYD, GWM e outras chinesas

>>GWM Haval H6 HEV é imbatível nos R$ 200 mil | Avaliação

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • Sinceramente, não sei qual SUV Híbrido compraria. Gosto do porte do Haval e talvez o escolheria por causa de sua autonomia maior, mas acho o Song Plus mais bonito e o fato de custar menos pode pesar na escolha. Teria que dirigir os dois para decidir!

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa