Destaque Novidades

Estudo revela o real risco de incêndio dos carros elétricos

Feito na Noruega, o estudo mostra que carros elétricos têm menos chance de incêndio do que os modelos a combustão.
GWM Haval H6 HEV [Auto+ / João Brigato]
GWM Haval H6 HEV [Auto+ / João Brigato]
Compartilhar

A Noruega é um dos países com a maior quantidade de carros elétricos em circulação. Por isso, um estudo feito por lá, revelou que os veículos movidos a eletricidade apresentam um menor risco de pegar fogo em comparação com os modelos a gasolina ou diesel. Essa descoberta desafia a má impressão que muitos consumidores têm tido ao longo dos anos em relação aos carros elétricos.

De acordo com um órgão oficial responsável por emergências e segurança social na Noruega, o número de casos de incêndios envolvendo automóveis a gasolina e diesel é entre quatro a cinco vezes maior do que os incidentes com carros elétricos. Em 2022, foram registrados 3,8 incêndios por 100 mil carros elétricos ou híbridos, enquanto os carros a combustão apresentaram uma taxa de 68 incêndios por 100 mil veículos. No entanto, vale ressaltar que esses últimos números incluem incêndios criminosos, o que pode influenciar na comparação.

Colin Walker, chefe de transportes da Energy and Climate Intelligence Unit, afirmou que todos os dados mostram que os carros elétricos têm uma probabilidade muito menor de pegar fogo do que seus equivalentes movidos a gasolina. Ele acrescentou ainda que muitos dos incêndios que ocorrem em carros a combustão simplesmente não são relatados.

BYD Seal U [divulgação]
BYD Seal U [divulgação]

O estudo também destacou que, à medida que os veículos elétricos se estabelecem no mercado e fornecem mais dados, as evidências começam a mostrar que não há nada que indique que sejam mais suscetíveis a incêndios. Na verdade, a análise aponta que os veículos movidos a combustão podem ser mais propensos a pegar fogo.

A Tesla, uma das maiores empresas do setor elétrico e uma referência no mercado de carros elétricos, divulgou dados impressionantes. Segundo a empresa, o número de incêndios nas estradas dos Estados Unidos envolvendo veículos da marca entre 2012 e 2021 foi 11 vezes menor por quilômetro do que o número total de incêndios envolvendo todos os carros, sendo a grande maioria com motores a gasolina ou diesel.

Tesla Model S Plaid [divulgação]
Tesla Model S Plaid [divulgação]

O que achou desses dados sobre os carros elétricos? Deixe nos comentários a sua opinião.

>> Toyota Supra ganha série especial com visual de corrida

>> Milei tem gosto exótico para sua frota de carros pessoais

>> GM só perde dinheiro com carros elétricos, mas isso vai mudar em 2024

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa