Destaque Novidades

Fiat começa 2022 tirando 11 carros de linha

Como esperado, versões com motores antigos, variantes pouco vendidas e carros antigos da Fiat saíram de linha, além de versões de Mobi e Toro
Fiat Argo HGT [divulgação]
Fiat Argo HGT [divulgação]
Compartilhar

O ano virou e com isso diversos carros saíram de linha. Como já era esperado por conta do Proconve L7, modelos com emissões de poluentes além do estipulado pelo governo e com evaporação de gasolina acima do permitido forçadamente foram aposentados. Somando modelos e versões específicas, a Fiat tirou 11 carros de linha. (Matéria atualizada em 06/01)

Dentro da linha, os modelos aposentados em sua totalidade foram Doblò e Grand Siena. Eles eram os únicos remanescentes de projetos da Fiat da era pré-FCA. O Siena foi o único derivado do Palio a ganhar uma segunda geração ainda relacionada ao hatch. Foi lançado em 2012 e nunca foi reestilizado. A única mudança foi na grade frontal.

Já o Doblò é ainda mais antigo. Essa geração foi lançada em 2000 na Europa e foi aposentada em 2010 no Velho Continente. Aqui no Brasil, o furgão foi lançado em 2001 e reestilizado em 2009. Desde então, nunca mais passou por mudanças estéticas. O Doblò indiretamente será substituído pelo Fiorino reestilizado e pela versão Fiat dos Citroën Jumpy e Peugeot Expert.

Versões que se somam

A aposentadoria do Doblò tem relação tanto com a idade avançada do projeto, quanto ao motor que ele usa. O 1.8 E.Torq segue em produção no Brasil, mas apenas para exportação, já que não atende aos protocolos do Proconve L7. Com isso, a Fiat também aposentou Argo, Cronos e Toro em versões com motor 1.8.

No hatch, foram removidas as versões Trekking 1.8 e HGT 1.8. Já o sedã perdeu as versões Drive 1.8, Precision 1.8 e HGT 1.8. Por fim, a Toro perdeu a versão Endurance 1.8 flex. Com isso, o Fiat Argo passa a ser vendido somente com motor 1.0 e 1.3 nas versões sem nome 1.0, Drive 1.0, S-Design 1.3 e Trekking 1.3.

Fiat Cronos [divulgação]
Fiat Cronos [divulgação]
Já o Cronos foi reduzido somente às versões 1.3 sem nome e Drive 1.3. A Toro, contudo, segue com versões Endurance, Freedom e Volcano com opções flex e diesel, além das variantes Ultra  e Ranch somente diesel. Para a Toro não haverá novidades em questão de versões para 2022, ao contrário de Cronos e Argo.

Os compactos terão novas variantes com motor 1.3 e câmbio CVT. Possivelmente o Argo S-Design será a única opção CVT, podendo também haver uma opção Drive ou Precision. Já o Cronos terá uma versão Precision 1.3 CVT, além da Drive 1.3 CVT. Uma versão S-Design não é certa, mas há grande possibilidade de ser lançada.

Fiat Toro Endurance [divulgação] 2022
Fiat Toro Endurance [divulgação]

Fim dos carros abaixo de R$ 60 mil?

Outra baixa de peso dentro da Fiat foi o Mobi. O hatch subcompacto perdeu a versão de entrada Easy. A variante era a única sem visual aventureiro e com preço mais camarada, mas não contava nem com direção hidráulica ou vidros elétricos. A baixa procura pelo Mobi pelado fez com que a Fiat decidisse por reduzir a gama.

Agora partindo de R$ 59.190, o Fiat Mobi será vendido somente nas versões Like e Trekking (R$ 62.290), com lista mais generosa de itens de série. Isso fez com que ele abrisse mão do título de carro mais barato do Brasil. A coroa passa ao Renault Kwid Life de R$ 48.790. Mas, vale lembrar, o Kwid será reestilizado em breve e também periga perder a versão de entrada basicona.

Fiat Mobi Easy 2021 [divulgação] carro mais barato do Brasil
Fiat Mobi Easy
[divulgação]
E vale lembrar que o Fiat Uno também sairá de linha em 2022. Contudo, a série limitada Ciao segura as pontas por mais alguns meses. Especificamente até março quando carros que não cumprem o Proconve L7 podem ser vendidos.

Atualização

Consultada, a Fiat confirmou mais duas baixas em seu portfólio de modelos. A Strada Endurance Cabine Dupla e a Toro Endurance Diesel foram descontinuadas. O motivo é o mesmo para ambas, segundo a marca: baixa demanda dos clientes. Boa parte dos compradores da Strada cabine dupla já migravam para os modelos com motor 1.3 Firefly. Já no caso da Toro, a versão Endurance era pouco equipada para o patamar dos modelos diesel, que tem vendas concentradas nas versões mais caras.

strada
Fiat Strada Endurance (divulgação)

>>5 versões legais do Fiat Uno que nunca tivemos no Brasil

>>Fiat Uno Ciao é edição de despedida do hatch compacto

>>Fiat Toro Ultra incomoda picapes médias com outro estilo | Avaliação

Sobre o autor

João Brigato

2 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa
Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa