Destaque Mercado

Hyundai Creta nova geração vende muito bem, apesar do visual polêmico

Sucesso de vendas na Índia, Hyundai Creta chegou a ser o carro mais vendido por lá mesmo em tempos de pandemia
Hyundai Creta
Hyundai Creta [divulgação]

Desde que a Hyundai revelou a segunda geração do Creta na China, onde é vendido como ix25, seu visual se tornou um grande ponto de discussão. Diferentemente do atual modelo que tem design mais conservador, o novo modelo é bastante ousado, possui alguns detalhes exóticos e não escapou da polêmica.

Apesar disso, na Índia o SUV compacto da Hyundai tem obtido sucesso maior do que o esperado, mesmo em tempos de pandemia. Nem mesmo o fato de ter sido lançado em 16 de março por lá, mês em que o país determinou lockdown por conta da pandemia, impediu seu sucesso. Será que o Creta vai repetir esse sucesso quando for vendido no Brasil?

Prova de seu êxito, é que o novo Hyundai Creta foi o carro mais vendido da Índia em maio com 3.212 unidades vendidas. O mês foi fraco pois muitas concessionárias ainda estavam fechadas – um cenário bastante semelhante ao que ocorreu no Brasil no início da pandemia.

Vendeu mais que um rival do Renault Kwid

Em abril o volume de vendas subiu para 7.202 unidades, mas o SUV ficou na segunda colocação, sendo superado pelo Maruti Suzuki Alto por apenas 5 unidades. Vale lembrar que o subcompacto, que custa metade do que a Hyundai cobra pelo Creta, é o carro mais vendido da Índia há anos.

Há de considerar que o antigo Creta vendia mais de 10 mil unidades por mês, algo ainda não superado pela nova geração. Contudo, a situação economia mundial ainda é complicada e, mesmo na Índia, as vendas dos carros ainda não voltaram ao patamar de antes como uma das consequências do Coronavírus.

Até agora, segundo a Hyundai, foram feitos 20 mil pedidos de compra do novo Creta, tanto pelas concessionárias, quanto pelo site da marca. Sendo que a plataforma online de compras da marca sul-coreana tem 76% de seu volume de negócios feitos com o Creta.

Diesel é o preferido dos compradores do SUV

Outro ponto interessante envolvendo o SUV compacto é que 60% das vendas do Creta foram feitas na versão diesel. Atualmente a Índia passa por um momento de transição de tecnologia, onde as restrições de emissão de gases se tornaram mais rígidas, obrigando muitas montadoras a abandonar a motorização diesel por lá.

Isso não impediu a Hyundai de modernizar seu propulsor e, como consequência, se tornar o preferido entre os compradores. O motor 1.5 de 115 cv é menos potente que o gasolina 1.4 turbo de 140 cv, mas está disponível em uma quantidade maior de versões: cinco para o diesel contra apenas duas para o gasolina.

A Hyundai ressalta que a maioria das vendas estão concentradas nas variantes com câmbio manual do Creta diesel, que é ofertado nos acabamentos E, EX e S, enquanto as versões S e SX (O) têm transmissão automática de seis marchas como opcional. Os Creta gasolina (SX e SX (O) usam câmbio CVT ou manual.

>>Hyundai oferece Creta Action 1.6 automático

>>Hyundai apresenta linha 2021 do HB20 com motor 1.6

>>Hyundai Creta Limited já está nas lojas por R$ 99.990

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva