Destaque Novidades

Não, Jeep Renegade não perderá o motor diesel na linha 2023

Recente rumor de que o Jeep Renegade 2023 não seria mais vendido com motor diesel não é verdadeiro
Jeep Renegade 80 Anos [divulgação]
Jeep Renegade 80 Anos [divulgação]

Único SUV compacto com motor diesel vendido no Brasil, o Jeep Renegade sempre teve como grande diferencial oferecer esse tipo de motorização. Contudo, recentes rumores apontavam que o Renegade 2023 perderia a opção de motorização mais forte, o que não ocorrerá, conforme apurado pelo Auto+.

Fontes ligadas à marca confirmaram que não faz o menor sentido remover o Renegade diesel de linha. Ainda que o modelo represente uma parcela pequena nas vendas, ele é um grande chamariz de clientes. Muitos compradores vão às lojas pensando no Renegade diesel e saem com o flex.

Somente o fato de ele contar com a motorização diesel e tração 4×4 se torna argumento de venda para justificar a robustez do pequeno Jeep. É o mesmo efeito que acontece com versões esportivas, como a GTS do VW Polo e a RS do Renault Sandero – são chamarizes para a concessionária e argumento de convencimento de compra.

Jeep Renegade 80 Anos [divulgação]
Jeep Renegade 80 Anos [divulgação]
Além disso, o Renegade é o único SUV compacto diesel do mercado brasileiro. É um nicho que somente a Jeep possui e sua liderança na categoria é obvia por isso. O que de fato mudará na mecânica da linha 2023 será o motor flex. Sai de cena o velho 1.8 E.Torq, que já se mostra insuficiente e gastão para ele, entra o novo 1.0 GSE Turbo.

Novidade é no Renegade flex

Esse motor três cilindros turbo será revelado no Pulse e promete algo em torno de 130 cv. A transmissão será automática de seis marchas, como é hoje com o 1.8 aspirado. Pode haver até perda em termos de potência, mas o torque promete ser maior e já em baixa rotação, o que privilegia o uso em cidade.

Jeep Renegade 80 Anos [divulgação]
Uma das razões pelas quais o 1.8 é considerado manco é porque ele entrega força somente em altas rotações. Com o motor turbo, o Renegade poderá respirar melhor e andar com mais folga. É possível também que o menor dos Jeep receba o motor 1.3 GSE turbo de 185 cv e 27,5 kgfm de torque do Compass e da Fiat Toro. Mas isso ainda não é confirmado.

Como o diesel fica, ele manterá o acerto atual, não recebendo a nova turbina e torque mais alto usado no Commander. São 170 cv e 35,7 kgmf de torque providos por um 2.0 quatro cilindros turbo diesel. A tração 4×4 é exclusiva dessa configuração mecânica e assim continuará na linha 2023. Já o câmbio é automático de nove marchas.

Tapa visual

Jeep Renegade 4Xe [divulgação]
Jeep Renegade 4Xe [divulgação]
Além da novidade mecânica e manutenção do motor diesel, o Jeep Renegade 2023 passará por uma nova reestilização. Ele terá novos para-choques com desenho mais agressivo e pode voltar a ter duas peças diferentes para os modelos diesel e flex, algo que acontece com Commander e Compass e já ocorreu com ele no passado.

O interior também será reformado, com direito a nova central multimídia flutuante, volante de Compass / Commander e um visual mais horizontalizado e moderno. Vale lembrar que na última reestilização, a Jeep até mexeu no interior do Renegade, mas as mudanças foram extremamente discretas.

>>Moab é o Jeep Renegade definitivo? | Avaliação

>>Corolla Cross vs Taos: qual real alternativa ao Compass? | Comparativo

>>Taos Highline vs Compass S: quem é rei dos SUVs médios? | Comparativo

 

Sobre o autor

João Brigato

5 Comentários

Clique aqui para comentar