Destaque Novidades

RAM 2500 terá versão Rebel tal qual a 1500 vendida no Brasil

Versão Rebel é a variante com vocação off-road da RAM 1500, mas a opção chegará também à gigantesca RAM 2500
RAM 2500 Power Wagon [divulgação]
RAM 2500 Power Wagon [divulgação]

Atualmente no Brasil a linha de picapes RAM é bem dividida e segmentada. A 1500 tem a versão aventureira Rebel com motor V8 diesel, enquanto as irmãs maiores 2500 e 3500 apostam na luxuosa Laramie (e Longhorn no caso da maior de todas). Mas, para a linha 2023 a RAM vai misturar um pouco as coisas.

Ainda sem confirmação se ela será oferecida no Brasil, a RAM 2500 Rebel chegará para aumentar o leque de versões da picape grande. A informação revelada pelo Mopar Insiders indica que a 2500 Rebel, na realidade, será um pacote dentro de outras versão.

Enquanto a versão aventureira da 1500 é a Rebel, na 2500 esse papel é cumprido pela Power Wagon. Contudo, documentos vazados mostram que a picapona receberá o pacote visual e de modificações mecânicas correspondentes à versão Rebel. Ela pode ser vendida como 2500 Rebel ou 2500 Power Wagon Rebel.

RAM 2500 Power Wagon [divulgação]
RAM 2500 Power Wagon [divulgação]
Especificamente o que mudará mais entre a Power Wagon padrão e a Rebel é a suspensão elevada e reforçada, capô mais alto e com entradas de ar exclusivas, diferencial traseiro com bloqueio eletrônico, novas rodas escurecidas e interior com detalhes diferenciados.

Foi revelado também que a capacidade de reboque da RAM 2500 será ampliada de 3.885 kg para 4.535 kg na Rebel. Ela será equipada com duas opções de motor: 6.4 HEMI V8 de 410 cv ou o 6.7 Cummins diesel de 420 cv. Resta saber se essa picapona gigante tem chance de ser vendida no Brasil como alternativa à 2500 Laramie atualmente oferecida.

RAM 2500 Power Wagon [divulgação]
RAM 2500 Power Wagon [divulgação]

>>RAM 1500 Rebel: como é rodar 1.000 km com a picape gigante | Avaliação

>>5 marcas que, como a Forever 21, fecharam portas no Brasil

>>Metade dos carros mais vendidos da metade de junho são SUVs

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar