Novidades

Volkswagen exportará motor 1.4 TSI para o México

Fábrica de São Carlos recebeu investimento de R$ 50 milhões
Funcionários montando motor 1.4 TSI

A Volkswagen anunciou que dará início a exportação do motor 1.4 TSI para o México a partir do segundo semestre deste ano, para equipar os modelos Jetta, Golf e Golf Variant produzidos na fábrica de Puebla – o mesmo que no Brasil (só que flex), além do Tiguan a gasolina. De acordo com a marca, a previsão é que sejam exportados 250 mil motores até 2020.

Para isso, a fábrica de motores de São Carlos (SP) recebeu um investimento de R$ 50 milhões, que se soma ao aporte de R$ 460 milhões anunciado em 2015. Segundo a alemã, o investimento é direcionado para desenvolvimento tecnológico, investimentos em adaptação de linhas de usinagem de bloco do motor, montagem e testes, certificação e homologação do produto.

Fábrica VW São Carlos

Vale lembrar que, no final de 2015, o complexo fabril de São Carlos foi escolhido para exportar blocos de motores 1.0 da família EA211, que tinham como destino modelos da marca na Europa, equipando Polo e up! no velho continente.

Com 20 anos de operação, a fábrica de São Carlos já produziu mais de 10 milhões de motores. Atualmente, o complexo produz os propulsores da família EA211 nas versões 1.0 MPI, 1.0 TSI, 1.4 TSI e 1.6 MSI, que equipam os modelos up!, cross up!, Fox, CrossFox, SpaceFox, Space Cross, Golf, Gol, Voyage, Saveiro e Saveiro Cross.

Por lá também é produzido o famigerado motor EA111 1.6 8v, disponível no Gol, Fox, Voyage, SpaceFox e Saveiro. No Brasil, os conjuntos motrizes são flex, enquanto os motores destinados para exportação são a gasolina.

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar