Destaque Especial Novidades

Inédita central multimídia da Mercedes estreará no novo Classe A

Revelado na CES, sistema integrado ao painel de instrumentos tem inteligência artificial
Mercedes Classe A (divulgação)

A Mercedes-Benz quer fazer a chamada “revolução no cockpit” e, para isso, revelou sua nova central multimídia Mercedes-Benz User Experience (MBUX), que traz integração ao quadro de instrumentos e inteligência artificial, além de especificações de fazer inveja a muito computador por aí. A novidade foi apresentada na CES (Consumer Electronics Show) 2018, em Las Vegas (Estados Unidos).

Segundo a marca alemã, o modelo responsável por estrear a nova central multimídia (e painel de instrumentos) MBUX será a próxima geração do Classe A, que já roda em testes nos Estados Unidos e Europa. O hatch deverá ser revelado ao público no Salão de Genebra, em março.

Mercedes Classe A (divulgação)

Voltando ao MBUX, ele terá três versões diferentes para o painel de instrumentos e tela central: a básica com duas telas de 7 polegadas, a intermediária com tela de 7 e 10,25 polegadas, e a topo de linha com duas telas de 10,25 polegadas com resolução de até 1920 x 720 pixels (200 dpi). Em comum, todos têm gráficos 3D muito bem definidos e bastante fluidez durante a operação do sistema. Estão disponíveis três configurações de visualização: Modern Classic, Sport e Understated.

Mercedes Classe A (divulgação)

O sistema funciona por comandos ao toque na tela, touchpad no console central ou por comandos de voz, dotado de inteligência artificial. Ele permite que o motorista praticamente “converse” informalmente com o sistema, a exemplo do ajuste do ar-condicionado, que pode ser feito ao dizer que “está com frio” em vez de falar algo padrão como “regular temperatura para 24 graus”. Assim, o sistema irá regular automaticamente a temperatura e se adaptará às necessidades do condutor.

Mercedes Classe A (divulgação)

Lembra que falamos das especificações? O multimídia e painel digital MBUX funcionam com sistema operacional Linux, e contam com processador de seis núcleos, 8 GB de memória RAM e duas opões de placas de vídeo da Nvidia. Quem quiser, pode-se optar até por um sistema head-up display de alta resolução.

Por fim, o novo sistema também terá tecnologias como travamento ou destravamento das portas do carro pelo smartphone, aviso por mensagem se o veículo foi danificado ou movimentado, e conectores do padrão Type C (além das usuais entradas USB) que pode recarregar baterias de smartphones e até notebooks.

Veja mais:

>> VW I.D Buzz terá reconhecimento facial para destravar portas

>> CES: Hyundai mostra Nexo, SUV a hidrogênio que pode rodar até 595 km

>> Mercedes CLS surge com visual mais sóbrio na terceira geração

Sobre o autor

Diego Dias

  • Vinícius Gouvêa

    e feia hein!!!!!

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram