Destaque Novidades Serviço

Sabe ler os códigos dos pneus?

Na hora da compra é imprescindível entender todas as informações do componente para não cair em armadilhas
Pneu Mercedes-Benz (divulgação)

Muita gente aí, com certeza, já foi questionado sobre o diâmetro da roda do carro e não sabia que essa informação consta na banda de rodagem dos pneus. Pois é, eles têm diversas informações, em formato de códigos, que permitem saber, por exemplo, suas medidas, data de fabricação e até mesmo entender se o componente tem as mesmas características do original.

Nem todo mundo conhece, mas esses dados são imprescindíveis tanto para responder a pergunta acima como, principalmente, para a compra de um novo.

codigos dos pneus
Pneus Pirelli (divulgação)

Como tais informações vêm em código, e são difíceis de decifrar para quem é leigo no mundo dos automóveis, nós, com a ajuda do CESVI, te ajudaremos a traduzir a língua dos pneus.

Pegando como exemplo um pneu com medidas 195/60 R 15 88 V, é necessário entender que:

195: refere-se à largura do pneu em milímetros;

/60: indica o perfil do pneu (altura). O número representa que o perfil tem determinada porcentagem da largura (neste exemplo, 60% – 0,6 X 195 = 117 mm).

R: especifica o sentido de construção do pneu quanto ao posicionamento das lonas. Neste exemplo, ‘R’ vem de radial. Mas também poderia ser ‘D’, de diagonal.

15: refere-se ao diâmetro da roda em polegadas. Neste caso, 15” (ou 38,1 mm).

88: representa o valor de carga admitida para este pneu. Neste caso, existe uma tabela de referência, sendo que 88 equivale a 560 quilos de carga.

V: aponta o índice de velocidade máxima a que o pneu pode ser submetido. Para a letra V, é de 240 km/h.

Pneus (divulgação)

Outros dados
Uma informação importante diz respeito à semana e ao ano de fabricação do pneu – são dados que vêm expressos logo após a sigla DOT – gravada na lateral. Se estiver escrito ‘DOT – 2311’, por exemplo, quer dizer que o pneu foi fabricado na vigésima terceira (23) semana do ano de 2011 (11).

É bom lembrar que o pneu não deve ultrapassar cinco anos da data de fabricação, mesmo que a inspeção visual seja positiva.

É importante verificar o nível de desgaste da banda de rodagem, observando os indicadores chamados TWI (Tread Wear Indicator). Quando eles começam a tocar o piso, significa que o pneu está no limite máximo de desgaste aceitável para a segurança e que, evidentemente, é hora de trocar. Neste caso, fique atento à todos esses pontos, e boa compra!

Veja mais:

>> Rodízio de pneus: como fazer?

>> Saiba como trocar o pneu do seu carro com segurança

>> Entenda como funcionam os pneus Run Flat

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva