Avaliação Curiosidades Destaque Especial Novidades

De volta no tempo: DeLorean DMC-12

Modelo ficou famoso pela participação na franquia ‘De Volta Para o Futuro’
DeLorean DMC-12 (Auto+)

No filme ‘De Volta Para o Futuro’ (1985), ao entrar no DeLorean DMC-12, os personagens Marty McFly (Michael J. Fox) e Dr. Brown (Christopher Lloyd) viajavam no tempo. Mas, será que o carro tem mesmo esse dom? Para desvendar esse mistério, o Auto+ foi conferir como é a vida a bordo dessa máquina.

Com 8.000 unidades produzidas entre 1981 e 1982 essa verdadeira estrela do cinema, literalmente, roubou a cena. Mas isso não é mérito de pegada esportiva, tampouco de um comportamento agressivo. O segredo, aqui, é estilo.

O visual do DeLorean é extremamente futurista para os anos 1980 e, por isso, não poderia ter outro modelo à época para cumprir esse papel.

Hoje, com quase 40 anos de idade, o DeLorean ainda carrega um jeitão de carro conceito. A impressão é que John DeLorean (idealizador do modelo) queria fazer algo a frente de sua época. E, de certa forma, mostrar como seria o carro do futuro.

A carroceria é de aço inoxidável escovado. As portas abrem ao estilo asa de gaivota (sim, como no Mercedes-Benz SLS) e as maçanetas são bem abaixo da altura convencional. O capô dianteiro abre ao contrário.

E esse estilo de nave espacial é só da porta para fora. O interior (diferentemente do que é visto no filme) é bastante simples, apenas com bancos revestidos em couro e ar-condicionado. Mas é inegável que o modelo tinha lá suas inovações para a época, como luz para indicar portas abertas, por exemplo.

O espaço é bem reduzido, bem ao estilo dual cockpit, e tem teto baixo. E poucos centímetros também para a abertura das janelas laterais. Contente-se com a parte central.

Interior é espartano e apertado; tem apenas bancos de couro e ar-condicionado (Auto+)

Mecânica
E, mesmo sem grande excentricidades, tem mais curiosidade no DeLorean que remete ao futurismo, como a tampa do combustível, por exemplo, que fica dentro do porta-malas – este, com 396 litros, é na frente do carro, aliás. Sim, atrás, vai o V6 com 2,8 litros e 130 cv. Um motor nada ruim para um carro de 1981.

Motorzão V6 2.8 de 130 cv a gasolina vai na parte de trás do carro (Auto+)

A contrapartida no momento da direção é o câmbio manual de cinco marchas, com relações bastante longas. Tal característica tira todo o desempenho esportivo do carro, deixando-o um pouco sonolento nas respostas e devendo em praticidade para o uso no dia a dia. Por essas e outras, não emplacou junto ao público – salvo os entusiastas que curtem a franquia ‘De Volta Para o Futuro’.

Confira, abaixo, o conteúdo em vídeo:

Veja mais:

>> Fiat 500 elétrico aparece em documentário

>> Carro está rodado? Veja dicas para mantê-lo em boas condições

>> Salão de Nova York só em 2021

Sobre o autor

Marcelo Sant'Anna

Marcelo Sant'Anna

Comente

Clique aqui para comentar