Destaque Novidades

Fiat Topolino será ressuscitado como um irmão do Citroën Ami

Ideia maluca da Citroën em fazer um mini carro elétrico tem sido vista com bons olhos por outras marcas da Stellantis, como a Fiat
Citroën Ami [divulgação]
Citroën Ami [divulgação]

O Citroën Ami realmente está mudando o jeito das pessoas terem um carro elétrico na Europa. Simplificado ao extremo e pensado para ser o mais barato possível, ele tem se tornado popular na França e vai começar a ganhar terreno em outros países com dois derivados. O primeiro será o Opel Rocks já anunciado, mas a surpresa fica pelo futuro Fiat Topolino.

A Stellantis trabalha em derivados do Ami seguindo expectativas e mercados específicos para cada marca. O Opel Rocks se diferencia do modelo da Citroën apenas pelos logotipos e escolha de cores diferentes das aplicadas no modelo francês. Além disso, terá foco nas vendas na Alemanha, onde a Citroën tem menos força como marca.

Para atuar regionalmente, a Stellantis desenvolve uma variante Fiat do Ami, segundo o Automotive News Europe. A diferença, contudo, é que o modelo italiano será mais refinado. Fontes que viram o carro ao vivo o descreveram como nitidamente mais trabalhado que o modelo da Citroën, tanto que ele terá teto de tecido retrátil.

Citroën Ami [divulgação]
Citroën Ami [divulgação]
Isso abre a possibilidade de vender o Fiat Topolino nos mesmos mercados do Opel Rocks e do Citroën Ami. Ainda não se sabe quais serão as modificações feitas pela Fiat para o modelo ou se ele terá algum tipo de semelhança visual com o antecessor do 500 feito entre 1936 e 1955.

É esperado que o Topolino use o mesmo motor elétrico de 8 cv do Citroën Ami que provém velocidade máxima de 45 km/h e 0 a 100 km/h que só seriam possíveis se o Ami descer um barranco. Ele é alimentado por baterias de 5,5 kWh com autonomia total de 75 km, obviamente somente em uso urbano.

Citroën Ami Buggy Concept [divulgação]
Citroën Ami Buggy Concept [divulgação]
A Stellantis espera produzir 15 mil unidades do Ami em 2022 com complemento de 5 mil do Rocks. A produção na fábrica de Kenitra, no Marrocos, será ampliada para 40 mil unidades em 2023, que terão maior participação do modelo da Citroën, mas que terão o importante reforço do futuro Fiat.

>>Citroën Ami ganha versão para pequenas aventuras off-road

>>Os elos perdidos dos carros Opel da Chevrolet do Brasil

>>Fiat Mobi 2023 estreia por R$ 61.990 com cinza herdado do Pulse

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar