Novidades

Ford convida fãs do Mustang para “fritar pneu” na pista

Antes exclusivo do V8, recurso de “borrachão controlado” agora está disponível na versão 2.3 Ecoboost
Ford Mustang Ecoboost (reprodução)

Que o Ford Mustang é um dos muscle cars que tem uma das maiores legiões de fãs, não há dúvidas. Com isso em mente, a Ford chamou alguns fãs do modelo para, literalmente, queimar os pneus do cupê no circuito Irwindale, nos Estados Unidos.

Para fazer isso, foi chamado o piloto Vaughn Gittin Jr., campeão da Fórmula Drift nos Estados Unidos, que mostrou aos motoristas como funciona o bloqueio eletrônico de freio (“electronic line-lock”), que permite travar somente as rodas dianteiras independentemente das traseiras para fazer o conhecido “borrachão“.

Para usá-lo no Mustang, basta o motorista apertar uma tecla no volante por meio de uma seleção no painel. Depois, outro botão mantém o freio dianteiro acionado por 15 segundos, enquanto o motorista se diverte e acelera o carro para as rodas traseiras girarem e fazerem uma cortina de fumaça.

A boa novidade é que o recurso de bloqueio eletrônico de freio agora também está presente nas versões 2.3 Ecoboost do Mustang, além da versão V8 GT — essa, com previsão de desembarcar no Brasil em 2018. Nos modelos do cupê equipados com painel de instrumentos digital de 12 polegadas, há ainda uma animação de uma roda girando numa nuvem de fumaça quando o modo está ativado.

De acordo com a Ford, o botão eletrônico de freio é usado normalmente em corridas de arrancada, já que o “burnout” aquece os pneus e melhora a tração antes da largada. O resultado? Ajuda os pilotos amadores a conseguirem um melhor tempo na pista, já que o carro vai patinar menos na hora da arrancada.

Veja mais:

>> Dodge Challenger Hellcat ganha mais músculos

>> Camaro ZL1 1LE voa baixo em Nürburgring

>> Shelby F-150 Super Snake: picape com alma de Mustang

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Um comentário

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva