Destaque Novidades

Ford EcoSport 2018: SUV chega em agosto e bem equipado

Modelo traz motor 2.0 com injeção direta de 176 cv e novo câmbio automático de seis marchas
Ford EcoSport 2.0 Titanium (divulgação)

Depois de revelar o novo EcoSport em Buenos Aires, a Ford apresenta a versão topo de linha do SUV compacto: o EcoSport 2.0 Titanium. Sem divulgar os preços, a marca do oval azul confirmou que o modelo chegará em agosto, trazendo a dianteira reestilizada, um pacote de equipamentos recheado, motor 2.0 recalibrado e uma nova transmissão automática.

Visualmente, o novo EcoSport se destaca pela nova grade dianteira elevada (que melhorou sua aerodinâmica em 11%), e que ainda recebe um sistema de controle ativo, que abre e fecha dependendo da velocidade — tudo para reduzir o consumo de combustível. É novidade também os faróis de duplo refletor com lâmpadas de xenônio e luzes diurnas de led, rodas de 17 polegadas e o novo para-choque traseiro. O estepe pendurado na tampa do porta-malas? Continua lá. No modelo americano e europeu, não.

Cabine tem melhor acabamento (divulgação)

Mas uma das maiores mudanças do SUV compacto está no interior. A cabine traz um painel totalmente novo, com a porção superior com materiais macio ao toque, além de uma nova central multimídia Sync 3 com tela de 8 polegadas — abandonando a defasada tela monocromática do modelo anterior. Os bancos também foram redesenhados, trazendo maiores apoios laterais e repelente de sujeira — algo útil por terem revestimento de couro numa tonalidade clara.

O interior do novo EcoSport também teve sua ergonomia melhorada segundo a Ford, bem como sua praticidade, ao contar com duas entradas USB no console, dois pontos de tomada 12 V, 20 porta-objetos e descansa braço com compartimento interno. O porta-malas com 356 litros tem sistema que permite configurar o espaço em três posições, criando um porta-objetos inferior de 52 litros.

Central multimídia Sync 3 tem tela de 8 polegadas (divulgação)

A Ford afirma também que o SUV está mais silencioso internamente, pois ele recebeu um novo para-brisa “acústico”, e novos materiais para aumentar o isolamento acústico da cabine.

Na lista de equipamentos, destaque para os sete airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelhos para o motorista), alerta de ponto cego, alerta de tráfego cruzado, controle de tração e estabilidade, sistema anticapotamento, assistente de partida em rampa, sensor de estacionamento e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis.

Bancos de maiores apoios laterais (divulgação)

Há ainda painel de instrumentos com tela TFT colorida de 4,2 polegadas, direção com assistência elétrica, ar-condicionado digital, chave presencial, partida por botão, sensor de pressão dos pneus, teto solar elétrico e sistema de som Sony com 9 alto-falantes. Complementa o pacote a porta-malas com abertura elétrica, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis e porta-luvas climatizado.

Ford EcoSport 2.0 Titanium 2018 (divulgação)

O motor 2.0 flex foi recalibrado, contando agora com injeção direta de combustível e duplo comando variável independente de válvulas, gerando 176 cv. Num segundo momento, a marca deverá apresentar o modelo equipado com o inédito motor 1.5 de 03 cilindros também. O EcoSport abandona de vez a criticada caixa Powershift, que foi substituída por uma transmissão automática com conversor de torque de seis marchas — que podem ser trocadas por aletas atrás do volante. A Ford promete uma aceleração de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos para o SUV.

Houve também um revisão na suspensão, trazendo eixo traseiro de curso ampliado e molas reforçadas para melhor absorção de impactos.

Preços ainda não foram divulgados, algo que deverá ser feito em breve pela Ford, seguindo a estratégia de lançamento em “conta-gotas” do EcoSport.

Veja mais:
>> Ford apresenta novo EcoSport antes do Salão de Buenos Aires

>> Renault Captur 1.6 ganha câmbio automático CVT

>> Nissan Kicks nacional fica mais equipado

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

4 Comentários

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva