Destaque Novidades

Ford Territory encarece R$ 14 mil na versão de entrada

Passados dois meses de seu lançamento no Brasil, o SUV médio Ford Territory encareceu significativamente
Ford Territory [divulgação]

A alta do dólar e a forte desvalorização do real têm feito com que o preço dos carros no Brasil cresça rapidamente. Prova disso é que o Ford Territory já passou por seu primeiro reajuste de valores com apenas dois meses de seu lançamento oficial por aqui. A versão de entrada SEL está R$ 14 mil mais cara, enquanto o topo de linha Titanium encareceu R$ 10 mil.

Agora partindo de R$ 179.900, contra os R$ 165.900 cobrados anteriormente, o Ford Territory SEL foi o que mais sofreu com os aumentos. A elevação de preço fez com que a versão que antes brigava com o Jeep Compass Limited flex passasse a custar o mesmo que a versão Longitude Diesel.

Já no caso do Territory Titanium, o preço agora bate os R$ 197.900 e aproxima o SUV da Ford perigosamente da faixa dos R$ 200 mil, onde já estão as variantes topo de linha do Compass diesel e também modelos como Peugeot 3008 Allure (R$ 212.190), Toyota RAV4 S Connect (R$ 219.990) e Honda CR-V Touring (R$ 209.900).

Ford Territory [divulgação]
Ford Territory [divulgação]
O aumento de preços não foi acompanhado por mudanças no Ford Territory, afinal, ele ainda é um SUV bastante recente. Continua a ser equipado desde a versão de entrada com faróis full-LED, seis airbags, controle de tração e estabilidade, chave presencial, teto solar e central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay (sem fio somente no segundo).

A versão topo de linha Titanium adiciona sensor de ponto cego, retrovisor com rebatimento elétrico, painel digital de 10 polegadas, sistema de som com 8 alto-falantes, carregador de celular por indução, sensor de chuva, piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência, banco do motorista elétrico com aquecimento e resfriamento.

O motor é um 1.5 quatro cilindros turbo gasolina com 150 cv e 22,9 kgfm de torque ligado a uma transmissão automática do tipo CVT. Não há outra opção de conjunto mecânico ou tração 4×4 como fazem outros concorrentes.>>Avaliamos o Ford Territory Titanium

>>Ford terá novo SUV de 7 lugares Equator maior que o Edge

>>Ka despenca pois Ford reduziu vendas para locadoras

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar