Destaque Novidades

Honda e elétrico chega ao Brasil por R$ 299 mil, mas não oficialmente

Charmoso hatch elétrico da Honda será importado para o Brasil de maneira independente e mais caro que um Accord
Honda e [divulgação]
Honda e [divulgação]

Lá na Europa a Honda já conta com o simpático elétrico Honda e, além de uma linha vasta de modelos híbridos. Enquanto isso aqui no Brasil, a marca não deu um passo em direção à eletrificação. Contudo, o hatch elétrico Honda e passará a ser oferecido no nosso mercado, mas sem representação oficial da marca japonesa.

A Direct Imports anunciou que venderá o Honda e no Brasil por R$ 299 mil. É um valor mais alto que os R$ 262.800 pedidos pela marca japonesa no Accord, seu modelo mais caro no país. Ainda assim, quando comparado a outros carros elétricos da categoria, ele não está tão longe assim.

A Renault pede R$ 203.678 pelo Zoe mais barato, enquanto o JAC iEV40 sai por R$ 2016.900. Já o Chevrolet Bolt é vendido a R$ 266.900. Por fim, o Mini Cooper SE custa R$ 239.990, mesmo preço de um Nissan Leaf. Considerando que o Honda e é importado não oficialmente pela marca japonesa, até que ele não está tão longe assim da realidade de mercado.

Honda e [divulgação]
Honda e [divulgação]

Mini Civic

Menor que um Fit, o Honda e tem 3,87 m de comprimento, 1,75 m de largura e 1,51 m de altura. Por ser pequeno, ele carrega até quatro pessoas e tem porta-malas minúsculo. O que também não é muito longa é sua autonomia.

Ele roda até 220 km com carga completa em uso urbano. A Honda declara 136 cv e 32,1 kgfm de torque, sendo essa sua única opção de motorização no momento. Voltado a grandes centros, ele carrega 80% de sua bateria em apenas meia hora.

Honda e [divulgação]
Honda e [divulgação]
Retrô, o hatch elétrico é inspirado na primeira geração do Civic. Tem formato convencional de hatch, mas algumas inovações. Exemplo são os retrovisores em formato e câmera – item de série no modelo. Faróis e lanternas redondas de LED são ligadas por um grande plástico preto.

Por dentro impressiona o contraste entre a modernidade das cinco telas na parte superior do painel com o revestimento de madeira. O visual mistura elementos retrô como volante de dois aros e bancos em tecido, com as modernidades de um carro 100% elétrico pensado e desenvolvido no século XXI.

Honda e [divulgação]
Honda e [divulgação]

>>Segredo: Civic 2022 vaza em patentes na China

>>Honda sobe preço de Civic e HR-V passa dos R$ 150 mil

>>Civic LX tem pouco custo e muito benefício – Avaliação

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

2 Comentários

Clique aqui para comentar