Destaque Novidades

Hyundai traz Veloster Turbo e rival para VW Jetta GLI para o Brasil

Apenas de passeio por aqui, os esportivos da Hyundai, Veloster Turbo e Elantra N-Line tem poucas chances de vir ao país
Hyundai Veloster Turbo [De Carona Com Leandro]
Hyundai Veloster Turbo [De Carona Com Leandro]

Além do pequenino SUV subcompacto Venue, o estacionamento da Hyundai também trazia outros interessantes modelos. Contudo, ao contrário do mini-Creta, esses têm poucas chances de vir. Especialmente no caso dos esportivos Hyundai Veloster Turbo e Elantra N-Line.

Os modelos foram trazidos pela HMB, a divisão brasileira da Hyundai global, e flagrados por Leandro Alvares do De Carona Com Leandro. Contudo, é a CAOA que cuida dos modelos importados da marca coreana. Com isso, há um conflito de interesses, já que o acordo entre elas ainda não foi desfeito, por mais que a Hyundai tenha tentado.

Hyundai Venue [De Carona com Leandro]
Hyundai Venue [De Carona com Leandro]
O Hyundai Venue, por exemplo, tem possibilidade de ser produzido nacionalmente por ser um carro de volume alto. Algo que justifica os investimentos. Já no caso de modelos de nicho como o Veloster, ou de um segmento que vende cada ano menos, como é o caso do Elantra, importar é a alternativa.

Por conta disso, a marca sul-coreana oficialmente comentou ao Auto+ que “os veículos são de uso interno da Hyundai que, a partir do Brasil, coordena as operações comerciais na América Central e do Sul, locais onde esses modelos são vendidos regularmente”.

Isso tudo joga um balde de água fria nos brasileiros que sonhavam em ver um Veloster genuinamente esportivo ou um Elantra para bater de frente com o Volkswagen Jetta GLI. A única possibilidade desses modelos virem para cá é se a CAOA, hoje focada na Chery, abrir mão dos Hyundai importados. Algo pouquíssimo provável.

Hyundai Veloster Turbo [De Carona Com Leandro]
Hyundai Veloster Turbo [De Carona Com Leandro]

Hyundai Veloster Turbo

Apesar de não ser a versão mais forte ou o elogiadíssimo Veloster N, o modelo importado traz motor muito mais potente que o antigo cupê de três portas importado pela CAOA. Enquanto o Hyundai Veloster vendido no Brasil tinha motor de HB20, esse importado pela HMB traz um 1.6 turbo.

Com quatro cilindros e injeção direta, esse Hyundai Veloster entrega 204 cv e 27 kgfm de torque. É atrelado a uma transmissão manual de seis marchas ou uma dupla embreagem com sete marchas.

Elantra N-Line

Às vésperas do lançamento do inédito Hyundai Elantra N lá fora, a versão menos apimentada do sedã médio está no Brasil também a passeio. O visual ousado combina com um modelo criado para brigar diretamente com Honda Civic Si e Volkswagen Jetta GLI.

Debaixo do capô ele traz o mesmo 1.6 quatro cilindros turbo com 204 cv e 27 kgfm de torque do Veloster. As opções de transmissão são as mesmas, mas caso ele fosse vendido no Brasil, certamente usaria somente o dupla embreagem de sete marchas.

>>Hyundai HB20 Diamond Plus 2021 vende bem porque é bom – Avaliação

>>Flagra: Hyundai Venue, o mini Creta, já está no Brasil

>>Fiat, Peugeot e CAOA Chery lideram aumentos de preços em setembro

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar