Destaque Novidades

Irmã gêmea da L200, Fiat Fullback sai de linha

Segundo a fabricante, ideia agora é ter uma picape própria usando base da RAM ou Jeep
Fiat Fullback (divulgação)

Ainda não foi dessa vez que a Fiat emplacou uma picape média no seu portfólio. Depois de pouco mais de 4 anos de produção (e baixíssimas procuras), a Fiat encerrou a produção da Fullback – clone da Mitsubishi L200 Triton.

Sua única representante no segmento das picapes médias com tração nas 4 rodas e motores turbodiesel teve desempenho muito abaixo do esperado nos mercados onde foi vendida.

Fiat Fullback (divulgação)

Para se ter uma ideia, durante o ano passado apenas 242 unidades foram vendidas na Espanha, enquanto que a Toyota Hilux emplacou no mesmo período 3.781 unidades. Outro motivo que levou a Fiat a encerrar a produção foram a rigidez das regras antipoluição da Europa e o desempenho fraco do modelo no próprio mercado europeu e países do Oriente Médio, além de África e América Latina.

Fiat Fullback (divulgação)

Mas se engana quem pensa que a marca vai deixar esse segmento. Ela já está a tempos estudando o mercado e pretende lançar o quanto antes – mas sem uma data específica – uma picape média própria, mas que usará alguns elementos da própria prateleira.

Fiat 1500 (projeção Kleber Silva)

Como o grupo FCA é dono das marcas RAM e Jeep, especula-se que a nova picape média da Fiat use tecnologia e plataforma de uma dessas marcas que já tem modelos como a RAM 1500 e o novo Jeep Gladiator.

Com base nessas especulações, desenvolvemos uma projeção de como seria uma picape da Fiat baseada na RAM 1500. O que vocês acham dessa combinação?

Veja mais:

>> Mitsubishi prepara L200 Triton para Rali dos Sertões

>> Fiat Toro é vendida como RAM 1000 na Colômbia

>> Mitsubishi ASX 2020 ganha visual de L200

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Encontre peças e acessórios