Destaque Novidades

Jaguar se transformará em marca de carros 100% elétricos até 2025

Planos de eletrificação da Jaguar aceleraram e em quatro anos a marca de luxo britânica abandonará totalmente os motores a combustão até 2025
Jaguar F-Type [divulgação]
Jaguar F-Type [divulgação]

Boa parte das fabricantes de origem europeia, em especial as de luxo, já tem traçados planos de se tornar 100% elétrica em um futuro breve. Contudo, a maioria tem como prazo algo para as próximas décadas, como era o caso da Jaguar. Mas a eletrificação total da inglesa virá bem mais cedo do que o esperado.

Segundo a revista Autocar, a Jaguar se transformará em uma marca de carros 100% elétricos já em 2025. A Land Rover também passará por esse processo, mas demorará mais tempo e terá eletrificação parcial.

No caso da Jaguar, os modelos atualmente em linha serão os últimos a serem equipados com motores a combustão, sendo gasolina ou diesel. Para tanto, os motores diesel até da Land Rover sairão de linha até 2026.

Jaguar E-Pace 2021 [divulgação]
Jaguar E-Pace 2021 [divulgação]

Rival da Tesla

As próximas gerações dos modelos da Jaguar já serão totalmente elétricas, começando pelo sucessor do sedã grande de luxo XJ, que já está em desenvolvimento. A ideia é manter toda a linha atual de modelos, porém devidamente eletrificados em suas novas gerações.

Assim, os SUVs F-Pace e E-Pace se juntarão ao I-Pace no mundo dos utilitários elétricos, enquanto as próximas gerações de XE e XF vão deixar de brigar com BMW Série 3 e Série 5, Audi A4 e A6, além de Mercedes-Benz Classe C e Classe E para rivalizar com os Tesla Model 3 e Model S.

Jaguar I-Pace (divulgação)

Para isso, a Jaguar terá uma plataforma modular totalmente dedicada a carros elétricos (Electric Modular Architecture). Essa base também terá suporte para motores a combustão a fim de ser usada também pelos modelos da Land Rover enquanto estiverem em processo de transição.

Até o fim da década, o grupo Jaguar Land Rover acredita que 100% das vendas dos modelos da Jaguar será de carros elétricos, enquanto os Land Rover terão representação eletrificada de 60% do volume total.

>>JLR deve investir R$ 19 milhões em fábrica no Brasil

>> F-Type 2.0 mostra que nem todos precisam de um V6 – Impressões

>>Land Rover apresenta Discovery Sport 2021 e Evoque 2021 no Brasil

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar