Destaque Novidades

Dona da Jaguar Land Rover compra fábrica da Ford e fará carros elétricos

Jaguar Land Rover, hoje pertencentes à Tata, viram uma verdadeira virada de jogo para o seu lado com compra da fábrica da Ford
Tata Harrier [divulgação]
Tata Harrier [divulgação]

Em um passado não muito distante, a Ford era dona de diversas marcas como Jaguar, Land Rover, Volvo, Aston Martin e até parte da Mazda. Mas, quando a crise financeira chegou, a Ford se viu obrigada a desfazer de parte de seu portfólio, mas três delas em específico saíram muito beneficiadas por essa situação.

A Volvo foi vendida para a chinesa Geely e vive hoje seus melhores anos, com linha de produtos atualizada, carros referência na categoria e personalidade própria. Já a Jaguar foi junto da Land Rover para a indiana Tata, que levantou as duas marcas e fez a Land Rover ganhar terreno, enquanto a Jaguar ainda patina.

Só que no verdadeiro espírito de “parece que o jogo virou, não é mesmo?” a Jaguar e a Land Rover agora enxergam a Ford abrindo mão de uma de suas fábricas para a Tata. Segundo informações do The Economic Times, a Ford vendeu sua fábrica de Senad, na Índia, para a Tata.

Jaguar F-Pace SVR 2022 [divulgação]
Jaguar F-Pace SVR 2022 [divulgação]
Por lá eram fabricados, tal qual no Brasil, apenas Ka e EcoSport. O Ka era chamado de Figo, enquanto o EcoSport era exportado para diversos países, incluindo os EUA. A planta fechou no ano passado, colocando o último prego no caixão do Ka, enquanto o EcoSport durou alguns meses a mais com produção na Europa.

A fábrica agora pertencente à Tata será responsável pela produção de carros elétricos do grupo. Adquirida por algo entre 100 e 150 milhões de dólares, equivalente uma faixa entre R$ 474 milhões e R$ 711 milhões, a planta tem capacidade para produzir 300 mil carros por ano, mas pode chegar a 400 mil em uma expansão que já era planejada pela própria Ford.

Land Rover Defender diesel 2023 [divulgação]
Land Rover Defender diesel 2023 [divulgação]
A negociação não envolveu a fábrica de motores que a Ford mantém ativa na Índia, mas somente para exportação. A Tata ainda não se pronunciou sobre o assunto e nem informou quais modelos serão produzidos por lá e nem de quais marcas. Por isso, a fabricação de carros elétricos da Jaguar e da Land Rover não está descartada, mesmo somente para exportação.

>>Ford terá de pagar R$ 33 milhões a vítima de acidente em Mustang

>>Ford recomenda parar SUVs na rua para que sua casa não pegue fogo

>>Ford vende fábrica de Taubaté e encerra mais um capítulo no Brasil

Sobre o autor

João Brigato

2 Comentários

Clique aqui para comentar