Curiosidades Novidades

VW Kombi celebra 70 anos na Alemanha

Furgão ainda é produzido no velho continente “encarnado” na 6ª geração do Transporter
VW Kombi (divulgação)

Pensada em 1947 pelo holandês Ben Pon, a Kombi foi projetada para ser um veículo de carga com chassi monobloco e mecânica de Fusca (tem combinação mais eficaz?). Passados três anos, a Kombi virou realidade e foi lançada em março de 1950 na Alemanha. Com isso, a Volkswagen celebra os 70 anos de história do Transporter – nome pelo qual a Kombi era chamada no país alemão.

Considerada um dos veículos mais funcionais já produzidos na indústria automotiva, a Kombi saía da linha de montagem em Wolfsburg, Alemanha. E tal funcionalidade se aplica a uma das suas características onde o motorista vai na frente, praticamente sentado sobre o eixo dianteiro, e o motor fica instalado na outra extremidade – atrás do eixo traseiro.

Linha de produção da Kombi (reprodução)

A “velha senhora” tinha a vantagem de concentrar a carga no meio do veículo, de modo que a distribuição de peso sempre ficava equilibrada independentemente do que era transportado. E por culpa dessa configuração é que ela tinha o simpático formato de “pão de forma”, apelido que apareceu com o tempo.

VW Kombi (divulgação)

Seu motor na primeira “safra” era um boxer 1.1 refrigerado a ar de modestos 25 cv, que era suficiente para a época para levar até 800 kg – sua capacidade máxima de carga anunciada na década de 1950. O câmbio era de quatro marchas.

VW Transporter T6 (divulgação)

Com 70 anos de história, o Transporter (vulgo Kombi para nós) ainda continua em produção na Alemanha em sua sexta geração que, evidentemente, não manteve o mesmo charme do original.

Veja mais:

>> Uma Kombi 1966 com motor elétrico?

>> Que tal uma Kombi moderna com 226 cv e 49,9 kgfm de torque?

>> Volkswagen Kombi Light Woodstock volta a vida em evento na Califórnia

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva