Destaque Novidades

Volkswagen revela Virtus, o sedã do Polo

Com 8,5 cm a mais no entre-eixos, modelo aposta no espaço interno e chega às lojas em janeiro de 2018
Volkswagen Virtus (divulgação)

Mostrado discretamente por teaser em outubro, o Volkswagen Virtus fez sua estreia mundial nessa quinta-feira (16). O sedã derivado do Polo é o segundo modelo totalmente novo da marca no Brasil, e chegará às lojas em janeiro de 2018 apostando no visual de sedã esportivo, espaço interno e conteúdo tecnológico. O Fiat Cronos, um dos seus principais concorrentes, chegará até março do ano que vem para acirrar a briga entre os sedãs compactos premium.

O Virtus compartilha a plataforma MQB com o Polo, mas mede 4,48 metros de comprimento (42,5 cm a mais do que o hatch), enquanto a distância entre-eixos do sedã é de 2,65 m — 8,5 cm a mais do que o Polo, o que contribuirá para maior espaço na cabine. Para se ter noção do tamanho do Virtus, a medida do entre-eixos é  exatamente igual ao do Jetta. Outro detalhe fica para as portas traseiras: maiores e com maior ângulo de abertura. Abaixo, confira o vídeo do Virtus:

 

Voltando às medidas, o Virtus é um pouco mais alto: tem 1,46 m ou 4 mm a mais do que o hatch, contando com a mesma largura de 1,75 m, enquanto o porta-malas é um dos maiores do segmento: são 521 litros de  capacidade (o irmão maior Jetta tem 510 litros).

Volkswagen Virtus (divulgação)

Visualmente, o sedã tem linhas proporcionais e não parece um mero Polo “espichado”, como era comum a alguns sedãs compactos anos atrás. A dianteira é igual ao do hatch, com as mudanças aparecendo a partir da coluna “B”, que tem como destaque o caimento suave da traseira em direção ao porta-malas, lembrando um modelo cupê. As lanternas invadem as laterais e se integram aos vincos iniciados nos para-lamas dianteiros.

No restante, o Virtus será praticamente igual ao Polo, a exemplo da cabine com linhas horizontais, que terá como opcionais o painel de instrumentos digital Active Info Display de 10,2 polegadas e a central multimídia Discover Media com tela de 8 polegadas. Itens oferecidos no hatch também estarão disponíveis para ele, como três entradas USB, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, bloqueio eletrônico de diferencial, monitor de pressão dos pneus e sistema de secagem automática dos discos de freio.

Volkswagen Virtus (divulgação)

Curioso é o chamado “manual cognitivo”, sistema de inteligência artificial que ajudará motoristas ao responder perguntas sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro.

Debaixo do capô, a Volkswagen confirma o motor 200 TSI, o propulsor turbo de 1,0 litro que gera até 128 cv e 20,4 kgfm de torque, sempre com transmissão automática de seis velocidades (com opção de trocas manuais por aletas atrás do volante). Segundo a fabricante, o Virtus vai de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e alcança a máxima de 194 km/h.

Volkswagen Virtus (divulgação)

A Volkswagen ainda não revelou os preços do Virtus, mas se levar em consideração o Polo (que custa entre R$ 49.990 e R$ 69.190), o sedã deverá ter preço por volta dos 57 mil, indo até 75 mil na versão topo de linha.

Veja mais:

>> Polo: hatch inaugura nova fase da Volkswagen no Brasil

>> Fiat desvenda a primeira imagem do Cronos

>> Novo Polo 1.6 pode ganhar versão automática

Sobre o autor

Diego Dias

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram