Curiosidades Destaque

5 carros que são mais importantes que suas próprias marcas

Alguns carros são tão icônicos que são lembrados antes mesmo das marcas as quais pertencem
Chevrolet Corvette Stingray [divulgação]
Chevrolet Corvette Stingray [divulgação]

Existem carros que definem o estilo de uma marca, a identidade visual ou até como outros modelos serão. Mas, às vezes, eles ultrapassam a fama das montadoras e se tornam tão grandes quanto elas. São carros que são lembrados primeiro que a as marcas as quais pertencem e, na maioria dos casos, definem o que a fabricante é.

Por isso, selecionamos aqui cinco carros que são mais importantes que suas próprias montadoras. Eles, sozinhos, conseguiriam se transformar em uma marca separadamente e que muita gente nem se importaria com isso.

Chevrolet Corvette

Pouquíssimos se lembram que o Corvette é da mesma fabricante de Onix, Cruze e Spin. Ele até esconde sua origem, deixando a gravatinha da Chevrolet camuflada em uma das dobras da bandeira do seu logo. Tanto que muita gente se refere ao esportivo somente como Corvette, sem usar a marca Chevrolet. Isso desde 1953 até hoje ao longo de oito gerações.

Fiat 500

carros
Fiat 500e [Auto+ / João Brigato]
Responsável por colocar os italianos sobre rodas entre 1957 e 1975, o Fiat 500 é tão icônico que hoje tem uma linha de modelos dedicados a ele com minivan (500L) e SUV (500X). A atual nova geração 100% elétrica abriu mão dos logotipos da Fiat na dianteira e só o traz na traseira. A versão topo de linha ainda traz o nome da marca costurado nos bancos.

Porsche 911

Porsche 911 Turbo S [Auto+ / João Brigato]
Porsche 911 Turbo S [Auto+ / João Brigato]
Todo Porsche, sem exceção, é inspirado no 911. Pode ser desde os SUVs Macan e Cayenne, até o elétrico Taycan: todos eles parecem derivações do icônico novecentos e onze. As linhas básicas de todo Porsche e a referência em performance vêm do 911 e se algum carro desvia desses elementos, é certeza de críticas pesadas por parte dos fãs da marca.

Ford Mustang

Ford Mustang Mach 1 [Auto+ / João Brigato]
A situação do Ford Mustang é bastante semelhante à do Corvette. É raríssimo encontrar algum logo da Ford no muscle-car. Ele tem personalidade própria e raramente segue a identidade visual da marca. Isso ficou mais forte nas duas últimas gerações e agora que o Mustang ganhou família com o SUV elétrico Mach E.

Mini Cooper

Mini Cooper elétrico SE [divulgação]
Mini Cooper SE [divulgação]
A regra do Porsche 911 se vale também para o Mini Cooper, que é oficialmente chamado de Mini Hatch. Ou seja, nem mesmo um nome de fato ele tem de tão forte que ele é dentro da marca. Todos os outros modelos que surgiram a partir dele, respeitam sua identidade visual e preceitos dinâmicos. E para onde o Mini Cooper vai, outros carros da marca também vão.

>>Ainda bem que a eletrificação não estragou o Fiat 500 | Avaliação

>>Porsche 911 Turbo S é bom demais para ser verdade | Avaliação

>>Mustang vende mais que Arrizo 5 em 2021, Corolla supera SUVs e mais

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar