Destaque Novidades

BYD venderá no Brasil sedã esportivo para concorrer com Porsche Taycan

Depois de anos apenas fabricando ônibus elétricos e importando modelos comerciais, BYD prepara próximo passo: brigar com o Porsche Taycan
BYD Han [divulgação]
BYD Han [divulgação]

Ao contrário da Great Wall que mal chegou ao Brasil e já tem uma fábrica, a BYD estabeleceu sua operação em solo nacional aos poucos. Até o momento a marca chinesa importava alguns modelos comerciais e fabricava ônibus elétricos em Campinas (SP), além de baterias e painéis solares. Mas agora ela está pronta para arranjar briga com o Porsche Taycan.

O primeiro lote do BYD Han, o sedã elétrico topo de linha da marca, já chegou na América Latina. Ele será vendido aqui no Brasil, México, Colômbia, Uruguai, República Dominicana, Costa Rica e Bahamas. A operação começa em 2022, mas sem mês específico revelado pela BYD.

Apesar de o SUV híbrido Song já ter sido flagrado pelo Auto+ em testes no Brasil, o primeiro modelo da BYD para o público comum será o Han. O sedã esportivo tem medidas generosas: são 4,98 m de comprimento, 1,91 m de largura, 1,49 m de altura e 2,92 m de entre-eixos. Basicamente o mesmo porte do Porsche Taycan, o carro elétrico mais vendido do Brasil.

BYD Han [divulgação]
BYD Han [divulgação]

Duas potências, duas autonomias

Na China, o BYD Han tem duas opções de motorização. O modelo mais básico usa um motor de 222 cv e 33,6 kgfm de torque, capaz de leva-lo aos 100 km/h em 7,9 segundos. Mas para brigar com o Porsche, é preciso apelar para a versão com tração integral, 494 cv e 69,3 kgfm de torque. Com esse conjunto, os 100 km/h são atingidos em 3,9 segundos.

Independentemente da variante, a velocidade máxima é limitada a 190 km/h. Já a autonomia varia entre 550 km no modelo mais potente e 605 km no Han de 222 cv. Em ambos os casos, as baterias são de 77 kWh, mas como o modelo de tração integral gasta mais, a autonomia é menor.

BYD Han [divulgação]
BYD Han [divulgação]
Visualmente ele é bastante futurista e diferente dos modelos vendidos no Brasil. A carroceira é esguia, com linhas limpas e detalhes sutis. A dianteira tem grade frontal cromada com o nome Han em chinês, fazendo par aos finos faróis full-LED. Na lateral, o friso cromado das janelas ganha falsas saídas de ar como nos muscle-cars dos anos 1960.

Lanternas conectadas na traseira e o nome Build Your Dreams logo abaixo dela marca o visual do Han. Na cabine, uma tela enorme centralizada segue o estilo dos Tesla. Contudo, o BYD tem painel de instrumentos convencional e volante semelhante a um carro normal. A cabine é refinada e luxuosa.

BYD Han [divulgação]
BYD Han [divulgação]
Preços, versões, equipamentos e disponibilidade no Brasil ainda não foram anunciados.

>>Volvo XC40 Elétrico quer lugar do Taycan e conseguirá | Impressões

>>Porsche Taycan redefine tudo que você sabe sobre carros | Avaliação

>>Depois do flagra, BYD registra SUV híbrido Song Plus no Brasil

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar