Destaque Novidades

BYD traz furgão elétrico eT3 atualizado e mais leve ao Brasil

Apesar de tímida, atuação da BYD no Brasil se dá para o mercado comercial e grandes empresas, mas marca quer triplicar vendas do eT3 em 2021
BYD eT3 [divulgação]
BYD eT3 [divulgação]

Uma das maiores fabricantes de carros elétricos do mundo, a chinesa BYD anunciou novidades no Brasil. Seu furgão elétrico eT3 chega atualizado ao mercado, com novas baterias, peso total do modelo reduzido e mais autonomia.

O BYD eT3 é vendido para grandes empresas e com atuação tímida ainda no Brasil, tanto que a marca diz que são 50 unidades presente no país até agora. Mas a marca quer triplicar a quantidade de unidades emplacadas até o final do ano, por isso as novidades.

Sem preço revelado pela marca chinesa, o eT3 traz mudanças mecânicas. O que se tem de novo é o peso total do conjunto reduzido de 1.870 kg para 1.700 kg. Isso por si só melhoraria a autonomia e reduziria o esforço do motor elétrico.

BYD eT3 [divulgação]
BYD eT3 [divulgação]
Contudo, a BYD promoveu mudanças em seu sistema de baterias, permitindo agora recargas de 20% a 80% em apenas meia hora. A carga total necessita de duas horas completas em um carregador rápido. A BYD garante até 300 km de autonomia no eT3.

Em seu interior, o furgão elétrico é capaz de levar 3.330 litros de bagagem, desde que o peso não exceda 720 kg. Vale lembrar que, assim como um furgão a combustão gasta mais gasolina/etanol quando carregado, o eT3 tem sua autonomia reduzida de acordo com o peso extra que carrega em seu baú.

BYD eT3 [divulgação]
BYD eT3 [divulgação]
De série, o furgão elétrico BYD eT3  vem equipado com faróis de neblina, luzes diurnas de LED, duas portas laterais, assistente de partida em rampa, sensor de ré, regulagem de altura dos faróis, comandos de som no volante, freio de estacionamento eletrônico, bancos revestidos de couro sintético, ar-condicionado digital e airbags duplos.

>>Jaguar se transformará em marca de carros 100% elétricos até 2025

>>Chevrolet Bolt amplia família com SUV elétrico que será virá ao Brasil

>>Ford Fiesta deve morrer em 2024 e ser substituído por um elétrico

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar