Destaque Novidades

Citroën Ami pode ser vendido no Brasil, aponta presidente da marca

Pequenino elétrico da Citroën tem grandes chances de ser vendido por aqui, caso a legislação permita
Citroën Ami [divulgação]
Citroën Ami [divulgação]

O simpático microcarro elétrico Citroën Ami está nos planos da Stellantis para o Brasil. Durante a live de lançamento dos furgões elétricos ë-Jumpy e e-Expert, Vanessa Castanho, presidente da Citroën para a América Latina revelou as intenções da marca francesa para o pequenino eletrificado.

“Não tem como a gente não querer ter o Ami na América Latina e aqui no Brasil”, comentou Vanessa. A fala foi revelada após uma pergunta sobre a possibilidade de que a Stellantis venda o modelo no nosso país. A data para a estreia, no entanto, não foi revelada, já que o martelo ainda não foi batido sobre sua venda por aqui.

A única barreira, segundo a executiva, é a legislação. Lá na Europa, o Citroën Ami pode ser dirigido por adolescentes a partir de 14 anos. Isso se deve ao fato de que ele é classificado como quadriculo, apesar de ser um carro. Aqui no Brasil, fica a dúvida de como ele pode ser classificado.

Citroën Ami [divulgação]
Citroën Ami [divulgação]
Caso seja visto pela lei como um carro, o Citroën Ami, obrigatoriamente, terá que contar com airbags duplos. Esse item de segurança, no entanto, não está presente na Europa. Isso se deve ao fato de que ele é um modelo voltado a uso urbano e pensado para ser o mais barato possível.

Pequeno e diferente

Como o Ami já é minúsculo, afinal são apenas 2,41 m de comprimento e 1,39 m de largura, a Citroën tem uma possibilidade interessante na mobilidade urbana. O motor 100% elétrico tem tímidos 8 cv e velocidade máxima limitada a 45 km/h. Já a autonomia é de 77 km com carga completa. Com fio integrado, ele pode ser carregado diretamente em qualquer tomada na rua.

Citroën Ami [divulgação]
Citroën Ami [divulgação]
Entre as soluções criativas para economia de custos, o Citroën Ami tem para-choque dianteiro e traseiro idênticos. Além disso, as portas são iguais, fazendo com que a do lado do motorista se abra ao contrário da do passageiro. Por dentro, ele conta com nichos de borracha para que objetos maiores sejam fixados ali.

>>Furgões Peugeot e Citroën, que pegaram lugar da Kombi, viram elétricos

>>Stellantis investirá em mais SUVs para Alfa Romeo e Citroën

>>Citroën Ami Cargo é o menor e mais simpático furgão do mundo

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar