Destaque Novidades

Ferrari admite que o SUV Purossangue está dando muito trabalho

Fazer um SUV com alma de Ferrari tem se mostrado uma tarefa mais complicada para a marca italiana que o esperado
Ferrari SF90 deu menos trabalho para desenvolver que o SUV Ferrari Purossangue [divulgação]
Ferrari SF90 deu menos trabalho para desenvolver que o SUV Ferrari Purossangue [divulgação]

A Ferrari demorou, mas finalmente admitiu que produzirá um SUV. Afinal, a tendência criada pela Porsche com o Cayenne há quase 20 anos se provou certeira e necessária para financiar os esportivos. Mas a scuderia italiana não estava preparada para o trabalho que isso daria.

Anunciado como Ferrari Purossangue, o SUV da marca italiana está em testes há um bom tempo. O problema é conseguir a fórmula correta para um utilitário esportivo com o tempero quente italiano.

Em entrevista à revista Top Gear, Michael Leiters, chefe da área técnica da Ferrari, falou que “o SUV Purossangue é uma outra dimensão de complicação”. Ele lembra o quão foi difícil o desenvolvimento do esportivo híbrido SF90 que ilustra a matéria, mas diz que o SUV é pior.

Ferrari SF90
Ferrari SF90 [divulgação]
“Pessoalmente eu fiz vários SUVs e sei o que é necessário para um SUV que é uma Ferrari de verdade”. Leiters afirma com propriedade, afinal, foi responsável pelo desenvolvimento do Cayenne e do Macan, os SUVs da Porsche.

Pouco ainda se sabe sobre o primeiro SUV da história da Ferrari. O modelo é visto em testes frequentemente usando mulas de carros da Maserati ou da perua GTC4 Lusso. O que é certo é que o modelo terá tração nas quatro rodas e performance esportiva para bater o Lamborghini Urus.

A Ferrari deverá usar motores turbo V6 ou V8 com ajuda elétrica para baixar emissões, consumo e ainda ter mais força. Rumores apontam também para uma possível versão V12, o que por si só seria um exagero típico Ferrari.

>>Primeiro hipercarro feito na China será mais rápido que uma Ferrari

>>Xiaomi e Lamborghini se juntam, mas não para fazer carro ou celular

>>Lamborghini lança iate de 4.000 cv; confira essa e outras excentricidades projetadas por montadoras

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar