Destaque Novidades

Mini Countryman 2021 chega ao Brasil com duas versões híbridas

Renovado, Mini Countryman agora traz duas versões híbridas e duas variantes somente a combustão, com destaque para o John Cooper Works de 306 cv
Mini Countryman S E ALL4 2021 [divulgação]
Mini Countryman S E ALL4 2021 [divulgação]

Chega ao Brasil o novo Mini Countryman 2021 com visual renovado e nova gama de versões. O SUV compacto de luxo agora passa a ser oferecido em duas variantes híbridas e duas diferentes variantes somente com motor a combustão. Preços vão de R$ 199.990 a R$ 299.990.

O novo Countryman traz para-choques remodelados com visual mais esportivo, grade frontal maior, faróis full-LED em todas as versões, nova lanterna traseira inspirada na bandeira do Reino Unido e mudanças discretas no interior, com destaque para o painel de instrumentos totalmente digital.

Mini Countryman 2021 [divulgação]
Mini Countryman 2021 [divulgação]
Aqui no Brasil, o Mini Countryman começa em R$ 199.990 na versão de entrada sem nome equipada com motor 1.5 três cilindros turbo de 136 cv e 22,4 kgfm de torque. Ele é atrelado a uma transmissão automatizada de dupla embreagem com sete marchas.

De série, o SUV mais barato da Mini é equipado com rodas de liga-leve de 17 polegadas, volante revestido em couro, central multimídia de 8,8 polegadas com Apple CarPlay (não há Android Auto), sensor de ré, piloto automático com função freio e bancos esportivos com comandos elétricos.

A versão está disponível nas cores Cinza Moonwalk, Prata Claro, Preto Midnight, Vermelho Chili, Verde British Racing IV, Preto Enigmatic, Azul Island e Verde Sage Metálico com teto Branco, Preto ou na cor da carroceria.

Subindo para a versão S E ALL4 Exclusive de R$ 234.990, o Mini Countryman ganha ajuda de motores elétricos para gerar 224 cv e 39,4 kgfm de torque na cavalaria combinada ao 1.5 três cilindros turbo. A transmissão passa a ser automática tradicional com seis marchas nessa versão e o SUV traz tração nas quatro rodas, batizada pela Mini de ALL4.

Mini Countryman S E ALL4 2021 [divulgação]
Mini Countryman S E ALL4 2021 [divulgação]
A lista de itens de série agrega rodas de liga-leve de 18 polegadas, porta-malas com abertura e fechamento elétricos, câmera de ré, teto solar, modo de condução, luz ambiente e logo Mini projetado no chão. As cores disponíveis são Cinza Moonwalk, Prata Claro, Preto Midnight, Vermelho Chili, Verde British Racing IV, Preto Enigmatic, Azul Island, Verde Sage Metálico e Cinza Thunder.

No Countryman S E ALL4 Top de R$ 264.990 a Mini traz o mesmo conjunto mecânico e adiciona rodas de liga-leve de 19 polegadas, sistema de som Harman Kardon, head-up display, volante esportivo, retrovisor interno eletrocrômico e acabamento interno diferenciado. As cores para a carroceria são as mesmas, assim como a opção de teto Preto ou Branco.

Mini Countryman John Cooper Works ALL4 2021 [divulgação]
Mini Countryman John Cooper Works ALL4 2021 [divulgação]
Por fim, o esportivo Mini Countryman John Cooper Works traz o motor mais potente da história da marca: um 2.0 quatro cilindros turbo de 306 cv e 45,9 kgfm de torque associado a uma transmissão de dupla embreagem com oito marchas.

A versão topo de linha custa R$ 299.990 e traz bancos esportivos com revestimento Dinamica, suspensão adaptativa, retrovisores com rebatimento elétrico e visual diferenciado com temática esportiva por dentro e por fora.

Mini Countryman John Cooper Works ALL4 2021 [divulgação]
Mini Countryman John Cooper Works ALL4 2021 [divulgação]
Para essa versão as cores disponíveis são Cinza Moonwalk, Prata Claro, Preto Midnight, Vermelho Chili, Verde British Racing IV, Preto Enigmatic, Verde Rebel, Azul Island e Verde Sage Metálico. Já o teto pode ser pintado em preto ou vermelho, sendo a única versão sem opção de teto na cor da carroceria.

>> Comparativo: A35 AMG e Clubman JCW na disputa dos 306 cv

>>Avaliação: Mini Clubman JCW não é o tipo tradicional de perua, ainda bem

>>Toyota Corolla: quantos salários mínimos necessários para comprar um?

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar