Destaque Novidades

Projeto de Lei quer zerar impostos para carros elétricos no Brasil

Estratégia já é adotada em outros países, que possuem incentivos fiscais fortes para carros elétricos, diferente do que ocorre hoje no Brasil
Audi e-tron Sportback [Auto+]
Audi e-tron Sportback [Auto+]

Vender carros elétricos no Brasil é caro. Prova disso é que o modelo mais barato nessa categoria no nosso país é o JAC iEV20 de R$ 139.900. Até o momento nenhuma marca se arrisca a fabricar esse tipo de modelo por aqui, novamente, por causa dos custos. Mas isso tudo pode mudar.

Projeto de Lei n° 5308/20 do deputado Luiz Nishimori (PL-PR) propõe a isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para carros híbridos e elétricos – tanto para importados, quanto para produtos fabricados localmente.

JAC iEV330P [divulgação]
JAC iEV330P [divulgação]
A ideia também é zerar o PIS/PASEP e Cofins incidentes na importação sobre a receita bruta de venda no mercado. Isso faria com que o custo de carros elétricos e até dos híbridos vendidos no Brasil caísse drasticamente.

Quem mais seria beneficiado é o Toyota Corolla Hybrid, no qual permitiria que suas versões híbridas Altis e Altis Premium custassem menos que as variantes com motor 2.0 aspirado. Marcas como Mercedes-Benz, Audi, BMW, Nissan, Chery, Jaguar, JAC, Renault e Chevrolet, que hoje oferecem carros 100% elétricos, também teriam benefícios.

Nissan Leaf
Nissan Leaf (divulgação)

Segundo o deputado, a ideia é incentivar a demanda por esse tipo de veículo, promovendo uma eletrificação mais rápida no Brasil. Em relação a outros países como os do continente Europeu e até aos EUA, estamos décadas atrasados nesse quesito.

Nossa frota de carros elétricos é muito pequena, apenas uma montadora fabrica um híbrido no Brasil (Toyota com o Corolla Hybrid) e todos os modelos com algum tipo de eletrificação por aqui custam mais de R$ 100 mil, os tornando inacessíveis para boa parte do público.

Toyota Corolla 2020 (divulgação)

Incentivos fiscais farão com que fique mais barato para as montadoras trazerem carros elétricos ou híbridos para o Brasil e, consequentemente, o preço para o consumidor final baixará drasticamente. É esperara para ver agora se o Projeto de Lei vingará ou não.

>>Impressões: e-tron Sportback é elétrico por acaso e Audi por completo

>>Impressões: como é a única picape elétrica do Brasil, a JAC iEV330P

>>Toyota anuncia que seu primeiro elétrico será um SUV médio-grande

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar