Destaque Novidades

Toyota do Brasil exportará motores do Corolla para os EUA

Volkswagen já exporta motores do Brasil para os EUA e agora chega a vez da Toyota fazer o mesmo movimento com o 2.0 Dynamic Force
Toyota Corolla americano [divulgação]
Toyota Corolla americano [divulgação]

O Brasil está crescendo como exportador de motores. Depois da Volkswagen, que já exporta motores 1.4 TSI para os EUA, a Toyota também usará o nosso país para os corações de Corolla e Corolla Cross ‘made in USA’.

A fábrica de Porto Feliz no interior de São Paulo será a responsável por produzir cerca de 45.600 motores por ano para a divisão dos Estados Unidos da Toyota. O motor escolhido é o 2.0 Dynamic Force usado no Corolla e no Corolla Cross, tanto aqui quanto lá.

Toyota Corolla Cross americano [divulgação]
Toyota Corolla Cross americano [divulgação]
Vale ressaltar que o Toyota Corolla norte-americano tem visual diferente do brasileiro. Ele é mais esportivo e jovial, tendo a mesma dianteira do hatch. Já o Corolla Cross americano não tem freio de estacionamento no pé, traz opção de tração nas quatro rodas nas versões híbridas, suspensão independente nas quatro rodas e até porta-malas com abertura elétrica.

Segundo a marca, a escolha pela fábrica brasileira de motores para ser fornecedora para os EUA se deu por conta da qualidade de construção. Os propulsores passaram por longas baterias de testes e certificações de durabilidade, controle de emissões e eficiência.

Toyota Corolla americano [divulgação]
Toyota Corolla americano [divulgação]
“Estamos iniciando um novo e importante ciclo nas operações de Porto Feliz. Com a exportação de motores para o mercado norte-americano, reforçamos nosso compromisso com o crescimento sustentável da Toyota, contribuindo para que o Brasil seja uma base sólida de exportações”, afirma Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.

Para dar conta da nova demanda de produção, a fábrica de motores passará a operar 24 horas por dia em algumas linhas. Serão contratados novos 150 empregados, chegando a 540 funcionários. Com isso, a produção mensal saltará de 13 mil motores para 17 mil, sendo boa parte ainda absorvida pelo Brasil.

>>Hilux GR Sport ganha mais potência e poderá ser assim no Brasil

>>Toyota sobe preços do Yaris 2023 e o aproxima do Honda City em preço

>>SW4 gigante: Toyota apresenta novo Sequoia com motor híbrido de 443 cv

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar