Especial Novidades

Volkswagen Golf: 45 anos de história

No Brasil, apenas as versões GTI e GTE continuarão o legado do hatch
Volkswagen Golf (divulgação)

Depois de anunciar que apenas a versão GTI e futuramente a versão GTE vão “sobreviver” no Brasil, a Volkswagen celebra os 45 anos do Golf.

Mas se no restante do mundo o dia 29 de março é um dia de festa para celebrar os 45 anos do carro mais vendido da Volkswagen no mundo, por aqui o Golf já é sinônimo de tristeza.

Volkswagen Golf (divulgação)

Para quem não sabe, a Volkswagen deixará de fabricar as versões 1.0 e 1.4 TSI do Golf no mercado nacional para dar mais ênfase à chegada do T-Cross, que utiliza a mesma plataforma MQB e os mesmos motores do hatch. A propósito, o SUV encara até mesmo a mesma faixa de preço deixada em aberto pelas antigas versões do Golf por aqui.

Volkswagen Golf (divulgação)

Por aqui, apenas as versões GTI e GTE – híbrida – servirão para representar o nome Golf no país. A intenção da Volks é deixar o Golf como um modelo de nicho e referência em tecnologia.

Mas ao menos no resto do mundo a história do Golf é outra, já que desde que foi lançado, uma unidade do hatch é vendida no no mundo a cada 41 segundos. Assim, o hatch já teve o total de 35 milhões de unidades fabricadas ao longo dos últimos 45 anos.

Veja mais:

>> Volkswagen apresenta Jetta com motor do Golf GTI

>> Versões híbridas de Golf e Passat são os destaques da marca para o Salão

>> VW Golf de 8ª geração é flagrado na Europa

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva