Destaque Novidades

VW para de fazer Polo, Virtus, Nivus e Saveiro no Brasil temporariamente

Crise dos semicondutores novamente ataca a fábrica da Volkswagen em São Bernardo, afetando a produção de Polo, Virtus, Nivus e Saveiro
Volkswagen Polo 2022 [divulgação]
Volkswagen Polo 2022 [divulgação]

Entre 27 de junho e 7 de julho, nenhum Volkswagen Polo, Virtus, Nivus ou Saveiro serão fabricados no Brasil. Isso porque os 3.000 funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) entrarão em férias coletivas por conta da crise dos semicondutores.

Com componentes faltantes para completar a produção de Polo, Virtus, Nivus e Saveiro será suspensa por uma semana e meia, de acordo com apuração do Automotive Business. É a segunda vez que a planta passa por paralização temporária, sendo a anterior ocorrida em maio.

Atualmente a Volkswagen têm priorizado seus semicondutores no T-Cross. Tanto que ele é o SUV mais vendido do Brasil no acumulado do ano com 26.563 unidades segundo a Fenabrave. São praticamente 2 mil unidades de vantagem para o Jeep Compass, o segundo colocado. Ele constantemente figura na lista dos carros mais vendidos do país.

Volkswagen Nivus Highline e T-Cross Highline [divulgação]
O Volkswagen T-Cross é fabricado em São José dos Pinhais no Paraná. De lá já saíram modelos da Audi (que voltará a fazer o Q3 por lá em breve) e também o finado Fox. Hoje, contudo, concentra toda sua força de trabalho no T-Cross, que se tornou o Volkswagen mais vendido do Brasil.

Para assegurar a liderança no segmento, que ultimamente anda nas mãos da Jeep, e manter pelo menos um de seus modelos em alta, a Volkswagen prioriza o T-Cross. Como Polo e Virtus estão prestes a mudar, a fabricação das unidades atuais deixa totalmente de ser o foco da marca. Já a Saveiro parece ter jogado bandeira branca para a Fiat Strada.

Volkswagen Saveiro Cross [divulgação]
Volkswagen Saveiro Cross [divulgação]
O Nivus, por outro lado, é uma grande estrela dentro da Volkswagen do Brasil. Vende bem, apesar de não tanto quanto o T-Cross. Contudo, por ser feito na mesma fábrica do Polo e do Virtus, os semicondutores não têm chegado à planta que fica à beira da Rodovia Anchieta. A marca espera retomar com força total quando os novos Polo e Virtus estrearem.  

>>Polo 2023 e Virtus ficarão mais econômicos nas versões TSI e GTS

>>Volkswagen Polo GTS 2023 deve ter mais itens de segurança que o Nivus

>>VW Virtus 2023 estreia na Índia custando R$ 114.600 com motor 1.5 TSI

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar