Curiosidades Destaque

Cinco estranhas versões alternativas de carros brasileiros na China

Carros internacionalmente conhecidos, inclusive pelos brasileiros, ganharam versões estranhamente alternativas na China
carros
Toyota Allion [divulgação]

Maior mercado automotivo do mundo, a China tem uma vastidão de marcas e modelos. Contudo, algumas fabricantes costumam ter mais de uma parceira local para ampliar sua atuação. Isso resulta em dois carros quase idênticos sendo vendidos ao mesmo tempo por uma única marca.

É o caso do Honda Integra, que foi recentemente lançado por lá como uma versão alternativa do Civic. Mas ele não é o único. Por isso, reunimos aqui mais cinco carros que são vendidos no Brasil e que contam com variações paralelas lá na China.

Honda XR-V

Lançado em 2014 junto da segunda geração do Honda HR-V, o XR-V é mais um dos casos de carros que só surgem porque uma marca tem duas parceiras na China. O XR-V é feito pela Dongfeng Honda, enquanto a Guangqi Honda faz o HR-V. Mecanicamente eles são idênticos, mas no visual há muitas diferenças.

Honda XR-V [divulgação]
Honda XR-V [divulgação]
O XR-V tem dianteira mais retilínea e esportiva, com faróis menores e grade parecida com a do atual Civic. Na traseira, as lanternas são interligadas e a tampa do porta-malas tem desenho parecido com o do WR-V. A cabine segue o mesmo acabamento refinado do SUV brasileiro, mas ganha painel com desenho diferente e saídas de ar redondas.

Toyota Allion

Lançado neste ano, o Toyota Allion nada mais é que um Corolla mais chique. Ele é baseado na versão internacional oferecida no Brasil, mas é 5 cm mais longo. A espichada foi feita no entre-eixos para beneficiar o espaço na segunda fileira, algo muito valorizado pelo público chinês. Por dentro também há acabamento mais sofisticado com couro bordô.

Toyota Allion [divulgação]
Toyota Allion [divulgação]
Por fora esse Corolla alternativo recebe para-choque dianteiro exclusivo com mais detalhes cromados e grade frontal estilo cascata. Atrás, o friso vermelho típico do sedã médio nacional se transforma em vermelho e ganha o nome Allion logo abaixo do logotipo da Toyota. E esse não será o único Corolla alternativo da lista, já adianto.

Ford Edge Plus

Como o Ford Edge saiu de linha recentemente no Brasil, ainda dá tempo de incluí-lo na lista com esses outros carros. Isso porque a versão chinesa dele é interessante o suficiente para isso. Ao contrário do resto do mundo em que o Edge é (ou era) vendido como um SUV esportivo, do outro lado do mundo ele tem pegada mais familiar.

 

Ford Edge Plus [divulgação]
Ford Edge Plus [divulgação]
Tanto que ele é oferecido somente na variante Plus que tem espaço para sete pessoas com comprimento alongado para 4,87 m (exatos 11 cm a mais que o modelo internacional). Além de maior, ele tem traseira com vidro bem mais reto, rack de teto e tampa do porta-malas mais longa. Por dentro, uma tela vertical toma toda porção central do painel.

Toyota Levin

A Toyota é cheia de versões alternativas do Corolla na China. Ao todo são cinco carros diferentes, todos baseados no sedã médio mais vendido do mundo. O caso do Levin é específico porque ele só existe por conta das duas sócias da Toyota. A GAC Toyota faz o Corolla e a FAW é a responsável pelo Levin (e também pelo Allion).

Toyota Levin [divulgação]
Toyota Levin [divulgação]
Entretanto, nesse caso, o visual não é exclusivo da China. O Levin é idêntico à versão norte-americana do Corolla, incluindo a versão Sport que é idêntica à XSE. A dianteira é compartilhada com as versões hatch e perua, algo que não acontece com a variante internacional do sedã médio.

Kia K3

Até a geração anterior, o Kia Cerato internacional e o chinês K3 tinham poucas diferenças visuais entre si. Mas no novo modelo, as conexões visuais foram todas rompidas. Cerato e K3 hoje só compartilham as portas e algumas poucas chapas da carroceria.

Kia K3 [divulgação]
Kia K3 [divulgação]
A dianteira do sedã vendido no oriente é bem mais ousada, com faróis finos e grade frontal mais generosa. Ela tem filetes verticais pouco vistos em modelos da Kia. Na traseira, as lanternas tem formato semelhante, mas o K3 tem luzes de seta e ré incorporadas, ao contrário do Cerato que as trás inexplicavelmente no para-choque.

>>Cinco vezes que as marcas tiveram preguiça de desenvolver seus carros

>>Outros cinco carros com traseiras mais do que polêmicas

>>Cinco carros com traseiras verdadeiramente polêmicas

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar