Destaque Moto+ Novidades

Kawasaki Z 650 RS e Versys 650 têm preços revelados no Brasil

Os dois modelos foram apresentados durante o Festival Interlagos, onde o público pôde ver a Kawasaki Z 650 RS e Versys 650 de perto
Kawasaki Z 650 RS [divulgação]
Kawasaki Z 650 RS [divulgação]

As novas Kawasaki Z 650 RS e Versys 650 já podem ser vistas de perto pelo público brasileiro. A marca japonesa aproveitou para mostrar as suas duas novidades durante o Festival Interlagos: um dos primeiros grandes eventos abertos ao público desde que começou a pandemia de Covid-19.

Revelada lá fora em 2021, a Z 650 RS é uma naked com visual retrô. Tanto que seu nome faz referência a isso, já que RS é uma sigla para Retro Sport. A inspiração para o visual são as motos feitas pela Kawasaki nos anos 1970. Por mais que a Z 650 RS tenha linhas mais arredondadas, o desenho realmente lembra os modelos mais antigos.

O que não é nada antigo é o seu motor. Pelo contrário, trata-se de um dois cilindros de 649 cm³ que também está presente na Ninja 650. Esse propulsor desenvolve 68 cv de potência e 6,7 kgfm de torque, tem refrigeração líquida e conta com quatro válvulas por cilindro. Já a transmissão é de seis marchas.

Infelizmente, essa combinação de cores da Kawasaki Z 650 RS não será oferecida no Brasil por enquanto [divulgação]
Kawasaki Z 650 RS [divulgação]
A modernidade da naked também pode ser vista na iluminação em LED, já que tanto o farol redondo quanto a lanterna são equipadas com lâmpadas deste componente. Suspensão com bengalas de 41 mm e freios ABS nas duas rodas são outros equipamentos da moto.

No Brasil, a Z 650 RS será ligeiramente mais cara que a Z 650 tradicional, que não tem as linhas retrô. O preço sugerido é de R$ 47.530, enquanto que sua irmã é oferecida por pouco mais de R$ 45 mil. A nova naked será vendida na combinação cinza e preto, chamada pela marca de Metallic Moondust Gray.

Kawasaki Versys 650 2022 [divulgação]
Kawasaki Versys 650 2022 [divulgação]

Versys 650

Já a Versys 650 2022 teve o visual atualizado, com linhas mais agressivas. Uma de suas novidades é o painel de instrumentos digital, com tela de 4,3 polegadas e que pode ser conectado a smartphones. Para isso, basta utilizar o aplicativo Kawasaki Rideology, disponibilizado pela marca.

A moto também é equipada com um propulsor de 649 cm³ de dois cilindros, mas a potência é um pouco maior que da Z 650 RS. Aqui, entrega 49 cv, mas o torque é menor: 5,8 kgfm. O câmbio também é de seis marchas. O preço sugerido do modelo é de R$ 50.640 na versão básica e de R$ 57.140 na versão Tourer. Essa variante traz a mais bagageiros laterais de 28 litros, faróis de milha e protetores para as mãos. 

>> Kawasaki prepara moto híbrida com sistema parecido com o do Corolla

>> Yamaha Fazer FZ25 ganha série em homenagem a Thor: Amor e Trovão

>> Acabou o segredo: esse é o Hyundai HB20 2023. Adeus bagre?

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar