Destaque Novidades

Novo Peugeot 208 2021 terá motor 1.2 na versão de entrada

A princípio descartado, motor três cilindros no Peugeot 208 virá em sua forma aspirada, enquanto turbo ainda é dúvida
Peugeot 208 2021
Peugeot 208 2021 [divulgação]

Os planos para o Peugeot 208 no Mercosul mudaram rapidamente por conta da pandemia. A princípio o modelo seria vendido somente com motor 1.6 e transmissão automática no Brasil, deixando aos argentinos a opção de câmbio manual. Já o antigo 208 resistiria em versão de entrada com motor 1.2 três cilindros.

Mas não será bem assim que as coisas vão acontecer. Segundo informações obtidas pelo Argentina Autoblog com concessionárias da Peugeot no país Hermano, a marca vai lançar uma versão de entrada com motor 1.2 três cilindros do hatch compacto, que tem enormes chances de ser ofertada no Brasil também.

Velho 208 não mais

Como a produção da antiga geração do 208 no Brasil já foi encerrada e a nova geração substituirá seu antecessor completamente, abre-se espaço para que unidades da variante de entrada do modelo cheguem ao nosso país.

Vale lembrar que o motor 1.2 PureTech três cilindros que está debaixo do capô do Citroën C3 também, rende 90 cv e 13 kgfm de torque. Além disso, é um dos motores mais econômicos disponíveis no Brasil, sempre colocando o Peugeot 208 antigo e o Citroën C3 na lista de carros mais frugais do país.

A revelação sobre os planos da Peugeot veio de uma carta enviada pela PSA aos concessionários avisando que os clientes a serem contemplados em consórcio com o antigo Peugeot 208 1.6 Active terão o modelo substituído pelo novo 208 1.2 Like. E foi justamente a motorização que foi indiscretamente exposta.

E o 1.2 turbo?

Um dos impositivos da Peugeot em lançar o tão aguardado motor 1.2 PureTech turbo no Brasil era o custo de importação desse propulsor para a fábrica da Argentina, onde é feito o novo 208. Contudo, como as unidades aspiradas desse motor serão importadas para a versão de entrada, abre-se uma possibilidade.

Rumores apontam para a importação ou produção local do motor 1.2 turbo em 2021 (ou no mais tardar, 2022) quando a segunda geração do SUV compacto 2008 chegar. Assim, as versões mais caras do 208 podem ganhar o novo motor ou haver inclusão desse propulsor somente em uma versão esportiva GT Line.

208 Like (versão européia)
208 Like (versão européia) [divulgação]
Como ficará o novo 208 no Brasil?

Resta saber qual vai ser a estratégia da Peugeot para o novo 208 no Brasil. O que há de concreto é que o modelo terá diversas versões, todas equipadas com motor 1.6 quatro cilindros aspirado de 118 cv e 16,1 kgfm de torque atrelado à transmissão automática de seis marchas.

Há expectativa de que o hatch compacto tenha versões manuais para poder brigar em pé de igualdade com os principais rivais, como VW Polo, Fiat Argo, Chevrolet Onix e Ford Ka. A chegada da versão 1.2 colocaria também o novo 208 na briga com as versões de entrada de seus rivais com motor 1.0 aspirado.

>>Projeção: Peugeot 208 SW é alternativa para quem cansou dos SUVs

>>Primeiras unidades do Peugeot 208 2021 começam a chegar no Brasil

>>Peugeot 3008 reestilizado terá inspiração no novo 208

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar