Destaque Novidades

Novo Volvo XC40 chega ao Brasil em três versões

Com preço a partir de R$ 169.950, SUV vem para brigar com BMW X1 e companhia
Volvo XC40 (divulgação)

Um dos modelos mais aguardados da Volvo chegou ao Brasil: o XC40. Depois do período de pré-venda em janeiro no país (com 70 unidades da série limitada First Editon serem vendidas em 25 horas), o SUV compacto sueco desembarca por aqui em três versões.

São elas: T4 (R$ 169.950, que chega a partir de julho), T5 Momentum (R$ 194.950) e a versão com visual esportivo T5 R-Design (R$ 214.950). As duas versões T5 ficaram R$ 5.000 mais caras em relação aos valores de quando o modelo estava em pré-venda.

O novo SUV compacto da Volvo promete ser o mais vendido da marca no mundo, sendo produzido na fábrica de Ghent, na Bélgica. Segundo a Volvo, no Brasil a meta é vender 2.000 unidades do XC40 ao ano.

Feito a partir da inédita plataforma CMA (Compact Modular Arquitecture), o XC40 tem 4,42 metros de comprimento, 1,86 m de largura e 1,65 m de altura. Já a distância entre-eixos de 2,70 m deverá garantir um bom espaço interno na cabine. Medidas que o coloca em vantagem em relação a Audi Q3, BMW X1 e Mercedes GLA, seus principais rivais.

Volvo XC40 (divulgação)

Debaixo do capô, o XC40 sempre terá o mesmo motor 2.0 turbo a gasolina em todas as versões, mas com calibragens diferentes. Há configurações com 190 cv e 30,6 kgfm de torque com tração dianteira (na versão T4), e 254 cv e 35,7 kgfm com tração integral (versões T5), sempre com câmbio automático de oito marchas em todas as configurações. No modelo mais potente, a força é provada nos números: de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e máxima de 230 km/h.

Volvo XC40 (divulgação)

Por dentro, o utilitário traz soluções como portas sem alto-falantes para ter mais espaço para objetos e até laptops. A marca optou por colocar um subwoofer escondido no centro do painel, que conta até com sistema de ventilação a ar. A central multimídia é vertical, como vem sendo nos últimos lançamentos da marca.

Na lista de equipamentos, desde a versão de entrada T4 o XC40 traz painel de instrumentos digital com tela de 12,3 polegadas e multimídia com tela de 9” compatível com Apple CarPlay e Android Auto. Já na versão intermediária Momentum ele soma chave presencial, partida por botão, controlador  de velocidade adaptativo, sistema de som de 250 Watts, carregamento de smartphone por indução (sem fio), câmera de ré e modo de condução em cinco níveis: Eco, Comfort, Off-Road, Dynamic e Individual.

Volvo XC40 (divulgação)

Já a versão R-Design tem carroceria bicolor, com o teto pintado com cor diferente, acrescentando ainda teto solar, regulagem elétrica para o banco do passageiro, porta-malas com sistema de abertura e fechamento com os pés (basta passar o pé debaixo do para-choque traseiro) e sistema de som da grife Harman Kardon que tem 13 alto-falantes e 600 watts de potência.

Volvo XC40 (divulgação)

Por fim, o destaque da versão mais cara R-Design é a tecnologia semiautônoma Pilot Assist (a mesma do XC90), que pode frear, acelerar e assumir a direção em velocidades de até 130 km/h. O sistema tem também leitor de placas de trânsito, câmera com visão 360º, assistente de faixa e sistema de detecção de pedestres. O item é opcional por R$ 5.000 a mais nas demais versões.

A Volvo também vende o XC40 para pessoas com deficiência (PCD), reduzindo os preços das versões já disponíveis e não criando uma única versão, como é de praxe nas outras fabricantes. O preço de tabela é reduzido para R$ 145.95 no modelo T4, R$ 169.950 no T5 Momentum e R$ 189.950 no topo de linha T5 R-Design.

Veja mais:

>> Novo Volvo XC40 teve 200 unidades reservadas em sete dias

>> Audi lança novo Q3 Black Edition

>> Lexus UX estreará em Genebra mirando Q3 e X1

Sobre o autor

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar