Destaque Especial Novidades

Salão de Paris: Citroën C5 Aicross carimba passaporte para o Brasil

Previsão de chegada do SUV médio francês é no começo de 2020
Citroën C5 Aircross (Auto+)

Depois de lançar o C4 Cactus no segmento dos SUVs compactos, a Citroën confirma mais um utilitário para o Brasil: o C5 Aircross! O modelo exibido no Salão de Paris dá uma prévia do que teremos por aqui entre o final de 2019 e o início de 2020, e com rivais declarados: Jeep Compass, Volkswagen Tiguan e companhia!

O visual do C5 Aircross segue a mesma proposta do C4 Cactus, ou seja, traz também uma dianteira com luzes diurnas separadas dos faróis principais, que ficam embaixo.

Mas aqui o desenho é mais parrudo, com grade dianteira maior e lateral mais encorpada, trazendo também os mesmos recursos estílicos do C4 Cactus, com detalhes cúbicos na porção inferior das portas e nos para-choques. Baseado na plataforma EMP2 (a mesma do Peugeot 3008), o C5 Aircross mede 4,50 metros de comprimento, 1,84 m de largura e 1,67 m de altura.

Citroën C5 Aircross (divulgação)

Na cabine o SUV francês traz painel de instrumentos digital configurável de 12,3 polegadas, enquanto a central multimídia na porção central tem tela de 8 polegadas. Há ainda um sistema de bancos traseiros individuais deslizantes, enquanto o porta-malas tem capacidade para 580 litros. Entre os equipamentos, há carregador sem fio para smartphone, sistemas de assistência à condução, câmera com visão 360º e frenagem automática.

Para o mercado europeu, o C5 Aircross contará com opções de motores turbo 1.2 de 130 cv ou 1.6 de 180 cv, enquanto que para a China o modelo oferecerá o propulsor 1.6 turbo de 167 cv, bem como o 1.8 de 204 cv, sempre com câmbio automático de seis marchas. Uma versão híbrida plug-in está prevista para chegar ao mercado europeu em um segundo momento.

Veja mais:

>Salão de Paris: Renault mostra o K-ZE, o Kwid elétrico

>> Ferrari SP1 e SP2 Monza são destaques em Paris

>> Salão de Paris: Porsche 911 Speedster tem produção confirmada

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar