Destaque Novidades

Sucessor da Chevrolet Meriva começa a ser vendido com novo visual

Opel Crossland estreia na Europa no lugar anteriormente ocupado pela Meriva que foi vendida no Brasil pela Chevrolet
Opel Crossland substituiu a Meriva na Europa e agora ganha novo visual [divulgação]
Opel Crossland substituiu a Meriva na Europa e agora ganha novo visual [divulgação]

Antes da PSA adquirir a Opel na Europa, dois carros surgiram de uma parceria entre a alemã e o grupo francês. Os SUVs Grandland X e Crossland X foram os substitutos de Zafira e Meriva e usam as bases de Peugeot 2008 e Citroën C4 Cactus, respectivamente.

Agora que a Opel se aproxima da Fiat para fazer parte do grupo Stellantis, o substituto da Chevrolet Meriva ganhou seu primeiro tapa no visual, que já está à venda na Europa. Partindo de R$ 140 mil (14 mil libras no Reino Unido), o SUV compacto tem ares de minivan.

Opel Crossland [divulgação]
Opel Crossland [divulgação]

Ex do Tracker

A mudança visual foi inspirada na segunda geração do Opel Mokka (que era derivado do antigo Chevrolet Tracker). A grade frontal foi substituída por uma barra preta brilhante com frisos cromados no entorno.

Faróis permaneceram os mesmos, mas ganharam revisão na iluminação de LED. Já o para-choque tem aspecto mais robusto com falso quebra-mato prata dominando a entrada de ar principal. Friso cromado em C ladeia as luzes de neblina.

Opel Crossland [divulgação]
Opel Crossland [divulgação]
Na traseira, o nome Crossland (agora sem o X) fica posicionado abaixo do logotipo da Opel. Influenciado pelos Peugeot, o SUV que substituiu a Meriva ganhou um aplique plástico preto conectando as lanternas de LED. Para-choque traseiro mudou pouco.

Por dentro ele ainda traz algumas peças semelhantes a modelos da Chevrolet, mas a central multimídia agora é a mesma do Peugeot 208. Novos materiais foram empregados, com destaque para os bancos revestidos em tecido e Alcântara nas versões mais caras.

Opel Crossland [divulgação]
Opel Crossland [divulgação]

Turbo manual

Sem versão 100% elétrica como o Peugeot 2008 ou o Opel Mokka, o Crossland traz quatro opções de motor. O tão desejado 1.2 PureTech três cilindros turbo para o Peugeot 208 brasileiro está no SUV da Opel.

Nele são 109 cv na versão com câmbio manual de seis marchas ou 128 cv na variante que tem disponível também câmbio automático de oito velocidades. Há opção de um 1.5 diesel com 109 cv e caixa manual ou de 118 cv com transmissão automática.

Opel Crossland [divulgação]
Opel Crossland [divulgação]

>>Comparativo: Nivus Highline e Tracker LT são tão iguais e tão diferentes

>>Avaliação: Chevrolet Tracker LT é um belo sorvete de creme Haagen-Dazs

>>Novo Opel Mokka prova o bem que fez se separar do Chevrolet Tracker  

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar