Destaque Novidades

Toyota Corolla ganha versão alongada, mais cara e refinada

Batizado de Toyota Allion, Corolla chinês teve espaço interno ampliado, visual modificado e reposicionamento de mercado
Toyota Allion, o Corolla chique [divulgação]
Toyota Allion, o Corolla chique [divulgação]

A China é um dos países onde mais se vende o Toyota Corolla no mundo. Mas também é onde o sedã possui mais derivados. Por lá ele é oferecido com o visual idêntico ao brasileiro e com o estilo norte-americano, onde muda de nome para Levin. Há também duas variantes da antiga geração com motor híbrido plug-in.

Mas a grande novidade ficará por conta do quinto Toyota Corolla chinês, o inédito Allion. Ele será fabricado pela FAW-Toyota e é maior que todos os seus outros derivados. O entre-eixos foi alongado em 5 cm, totalizando 2,75 m.

Toyota Allion, o Corolla chique [divulgação]
Toyota Allion, o Corolla chique [divulgação]
O comprimento, consequentemente, também foi alterado, atingindo agora 4,72 m – um ganho de 9 cm. A largura foi mantida em 1,78 m, mas a altura diminuiu em 2 cm em relação ao Corolla brasileiro. Em porte, ele ficou mais próximo do segmento de sedãs grandes, onde está o Camry.

Maior e mais caro

Para se diferenciar do Corolla, o Toyota Allion ganhou novo para-choque frontal com grade em X como nos Mitsubishi. A área destinada à luz de neblina ficou maior e há um friso cromado entre elas. Faróis foram mantidos inalterados.

Na lateral há acabamento cromado nas bordas dos vidros, maçanetas e friso abaixo das portas. As lanternas traseiras perderam o friso cromado e ganharam conexão por um filete vermelho, onde o nome Allion está escrito.

Toyota Allion, o Corolla chique [divulgação]
Toyota Allion, o Corolla chique [divulgação]
Imagens do interior não foram reveladas, mas é esperada uma renovação em relação ao Corolla na intenção de transmitir mais sofisticação. O sedã conta com o mesmo motor 2.0 quatro cilindros aspirado de 171 cv usado pelo Corolla no Brasil nas versões não híbridas.

A Toyota deverá oferecer uma variante híbrida para o Aillon, mas em uma configuração mais potente que o 1.8 do Corolla Hybrid. Rumores apontam para um modelo 2.0 híbrido seguindo o layout usado na Europa.

>>Avaliação: Por que o Corolla vende tanto?

>>Índice Big Mac mostra o quão caro é comprar um carro no Brasil

>>Desde que foi lançado há um ano, Corolla encareceu até R$23.400

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar