Curiosidades Destaque

VW tem 2 Polo, 3 Passat, 3 T-Cross e 2 Jetta vendidos simultaneamente

Na gama Volkswagen, existem duas versões totalmente diferentes de Polo e Jetta, enquanto do T-Cross e do Passat, são três
Volkswagen Polo e Polo [divulgação]
Volkswagen Polo e Polo [divulgação]

É comum que as marcas produzam um mesmo carro ao redor do mundo e adotem nomes diferentes em alguns países. É assim que o Chevrolet Tracker de segunda geração era vendido como Trax nos EUA. Ou o Nissan Versa adota Almera, Sunny e até Pulsar. Mas e no caso da VW que tem vários carros diferentes chamados Polo, Passat, Jetta e T-Cross?

Não é incomum também à Volkswagen fazer alterações específicas para cada mercado em que atua. O nosso Polo, por exemplo, é diferente do modelo europeu nos detalhes. Além disso, a marca cria modelos destinados exclusivamente a alguns países, como é o caso de Gol e Voyage no Brasil ou o Talagon na China. Mas o caso de Polo, Passat, Jetta e T-Cross é diferente.

Polo

No mundo existem dois tipos de Volkswagen Polo. O modelo raiz é vendido no Brasil e na Europa com carroceria hatch. Tem visual nitidamente inspirado no Golf e é feito sob a moderna plataforma MQB. Ele até é oferecido nas versões apimentadas GTS e GTI, dependendo do país.

Mas o Polo russo é outra história. Ele ainda usa a antiga plataforma PQ25, a mesma de Gol, Voyage e Fox. O visual é praticamente de um Jetta em escala menor, mas ele engana. Apesar dos três volumes de sedã, tem vidro traseiro que se abre junto da tampa do porta-malas, como em um hatch. Usa motor 1.6 MSI da versão intermediária do Polo brasileiro.

T-Cross

O caso do T-Cross é muito mais confuso do que pode parecer. Simultaneamente a Volkswagen lançou o SUV compacto no Brasil, China e Europa. Mas cada um desses países tem o SUV com visual totalmente diferente. Ele é o mesmo carro, diferentemente do que acontece com o Polo, mas até os tamanhos são distintos.

T-Cross brasileiro e chinês tem entre-eixos alongado do Virtus e 4,19 m de comprimento. Já o europeu, usa a base do Polo e tem só 4,11 m de comprimento. Para piorar a situação do VW T-Cross, a versão com visual europeu e entre-eixos alongado é vendida na China como Taqua. Já o modelo com estilo chinês e entre-eixos encurtado é encontrado na Índia como Taigun.

Passat

Tal qual o T-Cross, o Passat também tem três variantes diferentes no mundo. A versão europeia, que foi vendida no Brasil, atende pela sigla B8 e usa plataforma MBQ. Foi lançado em 2014 e reestilizado em 2019. Já o modelo americano é conhecido como Passat NMS, usa a mesma plataforma da sétima geração do sedã e é bastante simplificado em acabamento.

Por muito tempo a China também vendeu esse Passat NMS norte-americano, enquanto o modelo europeu era oferecido como Magotan. Mas desde 2018 ele migrou para a plataforma MQB. É substancialmente maior que o Passat europeu e tem visual mais elegante. Foi reestilizado nesse ano e ganhou até versão híbrida plug-in.

Jetta

Como confusão pouca é bobagem, o caso do VW Jetta é ainda pior. O nosso Jetta é vendido na China como Sagitar, mas não há somente um outro modelo com esse nome, mas sim uma marca. Como até 2012, a Volkswagen vendeu a segunda geração do Jetta na China, houve um nítido reposicionamento do modelo.

Ele passou a ser um sedã compacto de entrada da marca. Usa a mesma plataforma do Voyage e é equivalente ao Bora, feito por outra divisão da VW. Ele se manteve como um Volks entre 2013 e 2019, até que a marca Jetta foi criada. O sedã foi rebatizado como Jetta VA3 e ganhou os irmãos VS5 e VS7, ambos SUVs baseados em modelos da Seat.

>>Volkswagen apresenta novo Polo GTI com motor de 207 cv

>>Por R$ 92.990, T-Cross Sense agora é SUV mais barato da VW no Brasil

>>Produção de Volkswagen Gol e Voyage será suspensa

Sobre o autor

João Brigato

2 Comentários

Clique aqui para comentar